A Série D, 4ª divisão do Campeonato Brasileiro, está pegando fogo, se considerarmos que entre sexta-feira (11) e segunda-feira (14) foram realizadas as partidas de volta das quartas de final, a fase mais importante da competição, visto que é dessa disputa que saem os quatro classificados para a Série C do próximo ano. A maior surpresa entre os clubes semifinalistas e que, portanto, conseguiram acesso, é a Sociedade Desportiva Juazeirense, da cidade de Juazeiro, norte da Bahia.

Equipe fundada em 2006, a agremiação já alcançou algumas participações de destaque no campeonato estadual, a exemplo da 3ª colocação em 2013, dois anos após a 1ª participação na divisão principal, conforme histórico publicado em seu site.

Tem participações também na Copa do Nordeste com relativo destaque diante de seu baixo investimento.

A organização da entidade junto com a dedicação de abnegados como seu presidente e fundador Roberto Carlos Almeida Leal garantiram a 1ª participação na Série D em 2016, quando realizou bonito papel, chegando a disputar a 3ª fase que equivale às oitavas de final, quando, em confronto acirrado foi eliminada pelo Moto Club do Maranhão, que, na ocasião acabou conseguindo acesso para a 3ª divisão.

O duelo decisivo desta vez aconteceu na tarde de domingo (13), na Arena das Dunas, em Natal, contra a tradicional equipe do #América-RN que já disputou a série A. Após vencer a partida de ida no Estádio Adauto Morais por 3 a 0 no dia 05 do corrente, o Cancão de Fogo, como é denominado, poderia até perder por 2 gols de diferença que ainda assim carimbaria seu passaporte à competição nacional que a deixa mais próxima do sonho maior: a 1ª divisão.

Porém acabou saindo na frente ainda no 1º tempo com gol do atacante Salatiel, tomando o empate logo em seguida, com gol marcado pelo camisa 10 alvirrubro Cascata.

A equipe potiguar, que, conforme o globoesporte.com tinha a melhor campanha e colocou quase 13 mil torcedores no estádio, partiu para cima, pressionando todo o 2º tempo. Apesar de sofrer grande pressão, a representante do Vale do São Francisco montou uma verdadeira fortaleza na frente de sua área e segurou o empate que lhe garantiu a maior conquista de sua curta história. O próximo objetivo é o título da competição.

A torcida da cidade e da região está radiante, revelando seu orgulho não só ao desfilar com a camisa do clube, mas também por meio de mensagens e imagens nas redes sociais.

As outras equipes classificadas

Além da #Juazeirense, o Globo do Rio Grande do Norte assegurou seu acesso já na sexta-feira (11), no estádio Barretão, em Ceará-Mirim, ao vencer a URT de Minas Gerais por 1 a 0, mesmo placar da ida e superar o rival nas cobranças de tiro livre da marca do pênalti por 3 a 2.

No sábado (12) o Atlético do Acre que havia derrotado o São José do Rio Grande do Sul no jogo de ida por 1 a 0, segurou o empate por 1 a 1 em casa e também garantiu acesso à Série C em 2018.

A quarta equipe semifinalista que também conseguiu o acesso só foi conhecida na noite desta segunda-feira (14), quando o Operário de Ponta Grossa-PR, que já havia vencido o jogo de ida fora de casa por 3 a 1, venceu o Maranhão no estádio Germano Krüger, por 2 a 1 e está na Série C no próximo ano.

Os duelos das semifinais serão entre Globo-RN e Juazeirense, Operário-PR e Atlético-AC, em datas a serem confirmadas pela CBF.