Com o Atlético Mineiro em má fase e lutando para não cair, alguns nomes que estão empresados a outras equipes estão voltando a pedido do técnico Rogério Micale [VIDEO]. Foi justamente isso que aconteceu com Clayton, jogador do Galo que foi emprestado ao Corinthians e sem espaço, voltou a Minas Gerais. Carlos, sem espaço no Internacional, pode ser o segundo jogador a voltar para o clube mineiro e tentar ajudar a equipe no Brasileirão.

Com a necessidade de um bom jogador de frente, o Inter fez algumas investidas no início do ano para a disputa da Série B, mas até o momento esses nomes não vingaram. Carlos, sem espaço e com pouca esperança de conseguir atuar com Guto Ferreira, pode voltar.

Porém, nessa sexta-feira (25), após a vitória, o jogador afirmou que esteve no clube nos momentos ruins, agora que está no melhor momento, também deseja ficar: ''No momento ruim eu também estava aqui. No momento bom eu não posso ficar? Temos que desfrutar o momento. O clima mudou e nós estamos muito bem. As coisas mudaram, não posso ficar? Quando queriam nos matar, matar nossa família, eu estava aqui. Temos que comemorar o nosso atual momento.'', completou.

No Internacional, ele não se firmou e perdeu muito espaço. Hoje, com o ataque dando muito certo e recheado de boas opções no banco de reservas [VIDEO], o seu futuro até o final da temporada é mesmo ser mais uma opção.

Nessa sexta-feira, o ataque se mostrou novamente afiado e volto a fazer três gols no seu adversário. O Paysandu até chegou a assustar, fazendo dois gols, mas isso não impediu a soma de mais três pontos para o time colorado.

Com a vitória do Inter e o empate em 0 a 0 do América Mineiro, o resultado não poderia ser outro, a liderança agora é do time gaúcho.

O próximo jogo da equipe pela Série B é somente no próximo dia 9 de setembro, contra o Juventude. Nesse período, haverá uma pausa por conta das eliminatórias da Copa do Mundo e por conta disso não haverá jogos em competições organizadas pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Após um início complicado de Guto Ferreira no comando da equipe gaúcha, ele por pouco não foi demitido e hoje tudo poderia está diferente. Com calma, o treinador conseguiu fazer o time jogar e dificilmente o Inter sairá da liderança da competição até o final do ano. Montando um sistema defensivo forte e organizando o ataque, tudo está dando certo e a tendência é terminar o ano com o titulo da Série B garantido. Dessa forma, o time poderá jogar a primeira divisão com a moral elevada.