Foram apenas dois jogos, mas Neymar já dá mostras de que vai justificar os mais de 220 milhões de euros investidos pelo PSG no seu futebol. Em uma das transações que surpreenderam o mundo da bola nessa janela de transferências de agosto, o craque brasileiro trocou o Barcelona pelo Paris e "ignorou" a mudança de ares: em duas partidas, o repertório do atacante só melhorou.

Sua estreia foi no domingo passado, contra o Guingamp, fora de casa, pela segunda rodada do Campeonato Francês. Em um jogo cercado de expectativas justamente pela sua estreia, Neymar atuou com segurança, desenvoltura e a maestria já costumeira. Além de ter dado assistência para o gol do uruguaio Edison Cavani, o segundo da vitória parisiense por 3x0, ele também deixou o seu logo na primeira partida - ao empurrar para as redes um cruzamento de Cavani quase na pequena área.

O duelo contra o modesto Guingamp foi apenas uma amostra do que viria pela frente. E o primeiro grande show do ex-jogador do Santos na França só demorou uma semana pós-estreia. Neste domingo, em casa, o PSG aplicou 6x2 no Toulouse, pela terceira rodada da liga nacional, em uma verdadeira exibição de gala de Neymar [VIDEO]: foram dois gols e mais duas assistências.

O primeiro dos dois gols de Neymar na partida foi protocolar. Ele aproveitou um desastrado rebote do goleiro e apenas empurrou para as redes rivais. Mas o segundo gol do brasileiro foi sua primeira obra-prima com a camisa do PSG. Após ganhar uma jogada entre dois zagueiros no bico da grande área, o atacante tomou a frente de outro defensor e bateu cruzado, rasteiro, de perna esquerda, antes de correr para o abraço - reveja os gols de PSG 6x2 Toulouse e o show de bola de Neymar.

O próprio Neymar admitiu após a goleada de domingo que está se sentindo "muito bem" no seu início no PSG, embora tenha reconhecido que "não está sendo fácil", em referência aos adversários. Convém lembrar que no seu último clube, o Barcelona, o brasileiro dividia o protagonismo com nomes do porte de Lionel Messi e Luis Suárez, no famoso trio MSN, enquanto que no PSG, ao menos neste início, parece ser o grande alvo dos holofotes.

"Eu estou muito feliz. Sabia que seria bem difícil deixar o Barcelona. As pessoas têm o costume de achar que no futebol sair do Barcelona é morrer. Mas não, eu estou mais vivo do que nunca. O futebol é sempre o mesmo. Muda o país e a cidade", decretou o atacante [VIDEO] logo depois de sua estreia contra o Guingamp, no final de semana retrasado.

Mas já? Sim, Neymar já está quebrando recordes pelo PSG

No futebol, é normal que os grandes craques mirem objetivos importantes e busquem quebrar recordes. Mas a tendência é que isso ocorra depois de uma temporada ou ao menos no desfecho de um campeonato.

A tese não serve para Neymar, que, passados apenas dois jogos com a nova camiseta, já soma dois recordes batidos.

De acordo com o portal de notícias do Brasil, IG, Neymar realizou neste domingo contra o Toulose um total de 14 dribles ao longo do duelo. Este é um recorde de dribles dentro do Campeonato Francês, que pertencia a Ousmane Dembélé, ex-jogador do Rennes, que alcançou a mesma marca de dribles no mês de fevereiro de 2016.

Além disso, o atacante também já entrou para a história do PSG. Neste século, ele se tornou o primeiro jogador do clube a marcar gols nas duas primeiras partidas de forma consecutiva - ele marcou um contra o Guingamp e dois contra o Toulose. O último a conseguir atingir este feito foi o francês Florian Maurice, em 1997.

Na coletiva depois do triunfo sobre o Toulose, Neymar ainda fez críticas à diretoria do Barcelona, alegando que "não são pessoas que deveriam estar ali". Apesar da crítica, ele demonstrou que o foco está totalmente no PSG e em jogar futebol. E Neymar focado em campo é sinônimo de show.