O sport se mostrou um dos times que é mais complicado tirar um jogador. Um dos nomes que estão na mira do Futebol europeu é Everton Felipe, que pode deixar a Ilha do Retiro para jogar na Rússia. O Spartak Moscou fez uma proposta inicial aos Rubro-Negros, mas o valor acabou não agradando a diretoria e foi prontamente recusada.

Entretanto, o clube russo não desistiu de contratar o jogador da base do time pernambucano e aumentou a proposta, valor que deve fazer com que a diretoria o libere e ele não jogue mais com a camisa do time pernambucano.

Os valores não foram divulgados, mas o que se sabe é que a diretoria do clube gostou e ele deve mesmo sair do Recife e vestir a camisa do Spartak na próxima temporada.

O clube russo estará na próxima Liga dos Campeões e esse é um grande atrativo para o jogador do Sport.

Informações do site Super Esportes dizem que o Sport tem 80% dos seus direitos econômicos e o restante pertence ao empresário do atleta. Ainda não se sabe os números oficialmente, mas a tendência é que o negócio injete cerca de R$ 14 milhões nos cofres do Leão.

Everton não começou a temporada em alta, mas com a chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo [VIDEO], o seu futebol melhorou e aumentou ainda mais o interesse dos russos. Com o carinho do torcedor e tido como uma das melhores revelações da equipe nos últimos anos, ele deve fazer muita falta no sistema tático do treinador.

A diretoria do Leão anunciou há poucos dias a contratação de Wesley, ex-São Paulo. Na ocasião, os diretores afirmaram que não deveria contratar mais nenhum atleta para essa temporada, somente se Vanderlei indicar outra peça.

Agora, com a possível saída de Everton, a diretoria pode voltar a vasculhar o mercado em busca de um jogador com a qualidade parecida e que possa se encaixar rapidamente no elenco. Há outra opção, que é a improvisação de outros atletas na sua posição e fazer com que esse dinheiro seja gasto com mais calma, pagando dívidas e contratando boas peças para a próxima temporada.

Com jogadores da base se destacando, fica cada vez mais evidente a necessidade de usar jogadores das suas categorias de base no time principal. Eles são mais baratos, muitas vezes jogam muito futebol [VIDEO]e ainda se valorizam a todo momento.

Até o momento, Everton Felipe vestiu a camisa rubro-negra por 101 vezes e nesse período marcou sete gols. Foram três títulos com o Leão, a Copa do Nordeste de 2014 e dois títulos do Campeonato Pernambucano.