O Palmeiras disputa apenas o Campeonato Brasileiro até dezembro. O Verdão foi eliminado da Copa do Brasil pelo Cruzeiro e recentemente caiu na Copa Libertadores da América contra o Barcelona-EQU. Os equatorianos agora encaram o Santos nas quartas de final da competição.

O clima internamente não é bom. O presidente Maurício Galiotte é constantemente cobrado pelo executivo de Futebol Alexandre Mattos. A Mancha Alvi Verde, torcida organizada do clube, emitiu uma nota levantando valores de transferências e fazendo alguns comparativos.

Publicidade

Ao todo, o clube já gastou mais de R$ 112 milhões e não conseguiu avançar em nenhuma competição.

Ontem, em Volta Redonda, o Palmeiras vencia o Vasco da Gama até o final da partida. Após cobrança de escanteio, os cariocas empataram. O técnico Cuca colocou Miguel Borja faltando dois minutos para acabar a partida e o fato revoltou torcedores alviverdes. Nas redes sociais, Cuca não tem mais todo crédito que tinha anteriormente.

Vendido

O jovem Matheus Iacovelli, de apenas 19 anos, foi vendido definitivamente para o Estoril-POR.

O atacante disputou uma partida pelo Campeonato Brasileiro mas na essência defendeu o Palmeiras apenas na base. O atleta era uma das esperanças do clube para o futuro, mas a venda foi confirmada antes da afirmação do jogador.

Estigarribia também fez treinos com o elenco profissional, mas não teve chance de jogar. Foi negociado também e deixa a Academia de Futebol.

Folga

O elenco palmeirense ganhou dois dias de folga depois do empate no Rio de Janeiro. Cuca deve conversar com Alexandre Mattos novamente e com o elenco, tentando ajustar os prumos. No próximo final de semana tem duelo contra a Chapecoense no Allianz Parque.

Publicidade

Objetivo diferente

Logo após o pênalti perdido por Egídio naquela fatídica quarta-feira, o técnico Cuca falou com a imprensa e garantiu que a equipe tentaria ser o melhor time do segundo turno e tentar o título. O rival Corinthians, líder da competição, está quinze pontos na frente.

Após o empate ontem, o discurso mudou. O atacante Roger Guedes, por exemplo, disse que a perseguição atual do Palmeiras é se manter no grupo dos quatro melhores e tentar uma vaga na Libertadores do ano que vem.

Maurício Galiotte, presidente do clube, disse após a eliminação em casa que o Palmeiras 'ainda será campeão da Libertadores e que, por isso, precisa sempre disputar'.

O Palmeiras é o quarto colocado da competição.