O Botafogo vem se superando e está onde poucos botafoguenses acreditaram, principalmente pelo fato de o time ser muito limitado tecnicamente e também não ter um grande grupo de jogadores. Mesmo assim, após uma dura eliminação na Copa do Brasil para o Flamengo, um grupo de jogadores foram no Estádio Nilton Santos para elogiar o grupo, mas também sobrou críticas e cobranças. Alguns jogadores afirmaram que concordam com o fato, mas nem todos foram assim.

O atacante Roger, um dos destaque lá na frente e dono da camisa 9, não concorda com a entrada de torcedores no seu local de trabalho e afirmou isso diretamente. ''A nossa torcida tem o total direito de nos cobrar.

Porém, não concordo que tenham que ir ao nosso local de trabalho para nos cobrar. Isso é bem brasileiro, mas tem que mudar. Nós também não concordamos com muita coisa no Brasil e nem por isso iremos ao seu escritório cobrar. Isso não fez diferença nenhuma, nós sabemos que o nosso trabalho está sendo feito'', completou o atacante.

Pode ter surgido efeito ou não, mas o Glorioso foi até Salvador, onde é complicado tirar pontos, acabou vencendo a equipe da casa e ficando em uma ótima posição na tabela de classificação. Uma vitória logo após uma dura eliminação é sempre importante, já que com ela, o técnico Jair Ventura terá dias mais tranquilos para trabalhar e encontrar a melhor equipe para o duelo pelas oitavas de finais da Copa Libertadores, que acontece em setembro, contra o Grêmio.

Um das dores de cabeça criada nessa partida foi a saída de Carli [VIDEO], o argentino deixou o campo machucado e agora todos esperam que não seja nada sério e possa se recuperar para o duelo pela Libertadores.

O próximo será pelo Campeonato Brasileiro, o clássico contra o Flamengo, em casa, no Engenhão. O duelo irá refazer o jogo das semifinal da Copa do Brasil e é a chance do Alvinegro frear a empolgação do rival, que vem em uma crescente desde a chegada de Reinaldo Rueda. O grande problema é que a partida acontecerá no dia 10 de setembro, ou seja, apenas três dias antes do primeiro das quartas de finais da Libertadores.

Mesmo sendo uma partida cheia de rivalidades, a tendência é Jair Ventura colocar o seu time reserva e se preparar para o jogo contra os gaúchos. Indo bem no Brasileirão, a equipe vem subindo na tabela e a tendência [VIDEO]é que irá brigar até o final do ano por uma vaga na próxima competição continental e tentar repetir o feito da atual temporada.