Ao que tudo indica, a novela sobre o afastamento de Felipe Melo [VIDEO]está perto de acabar. Após o técnico Cuca sinalizar de forma positiva sobre o retorno do jogador [VIDEO]no último domingo (27), em entrevista após vitória no clássico diante do São Paulo, uma nova reunião entre o jogador, o técnico e o diretor de Futebol Alexandre Mattos revelou que a possível reintegração do atleta ao elenco pode ocorrer já na próxima semana.

Felipe Melo está afastado há um mês do time por problemas de relacionamento com o técnico Cuca. Sua aparição no time foi no empate em 1 a 1 contra o Cruzeiro, que culminou na eliminação do time palmeirense da Copa do Brasil.

Dois dias depois, vazou a notícia sobre o seu afastamento, que foi confirmado após o duelo contra o Avaí.

Na segunda-feira seguinte a esses acontecimentos, foi divulgado áudio em que o jogador reclamava do treinador, chamando-o de mau caráter e afirmando que, com ele, não trabalharia mais. O jogador disse ainda que várias equipes estariam interessadas em seu futebol, porém nenhuma proposta oficial chegou até a diretoria do clube. O contrato de Felipe Melo com o Palmeiras vai até 2019, e a diretoria não pretende liberá-lo facilmente.

Reintegração do jogador

O trabalho para a reintegração do jogador ao time começou ainda na semana passada, quando Alexandre Mattos intermediou uma reunião entre Cuca e Felipe Melo. Na entrevista dada no domingo (27), o treinador disse que o volante reconheceu o erro e lhe pediu desculpas.

Na mesma entrevista, o técnico afirmou que não tinha a intenção de prejudicar a carreira do jogador e que aguardaria o fechamento da janela de transferência europeia – que acontece nesta quinta-feira (31) –, para tomar um posicionamento.

De acordo com o portal Globo Esporte, lideranças do grupo foram consultadas a respeito da volta do jogador. A comissão técnica, no entanto, não é favorável à ideia, mas questões jurídicas têm pesado na decisão de reintegrá-lo.

O jogador já havia acionado duas vezes a Justiça contra o clube, alegando assédio moral. Durante a festa de aniversário do clube, no último sábado (26), o presidente Maurício Galiotte revelou que Felipe tem vontade de voltar a jogar pelo time. “Temos certeza de que o Felipe quer jogar no Palmeiras, voltar a vestir a camisa”, disse.

Por conta da parada para os jogos das eliminatórias para a Copa do Mundo, o Palmeiras só voltará a jogar pelo Campeonato Brasileiro no próximo dia 9 de setembro, quando irá até o estádio Independência, em Belo Horizonte, encarar o Atlético Mineiro. Com 36 pontos ganhos, o Verdão é o quarto colocado na competição.