Mesmo com a eliminação precoce na Copa Libertadores da América e a campanha abaixo do esperado no Campeonato Brasileiro, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, sempre foi um ferrenho defensor do técnico Zé Ricardo. Apesar de toda a pressão de torcedores e parte da diretoria, o mandatário, juntamente com o diretor executivo Rodrigo Caetano, sempre deixou claro que não pensava em mudança no comando técnico, mas, após o tropeço diante do Vitória, na Arena do Urubu, neste domingo (6), a queda do treinador foi inevitável, mesmo ainda contra a vontade de Bandeira.

Segundo o portal Globo Esporte, após o péssimo resultado na Ilha do Urubu, Rodrigo Caetano teria mudado de pensamento e convencido o presidente a por fim à passagem do treinador no time profissional do Flamengo. A demissão se deu por volta das 21 horas, após uma reunião na casa de Bandeira de Mello.

Em um evento sobre gestão de futebol, realizado na última quinta-feira (3), em São Paulo, o presidente foi questionado a respeito da situação de Zé Ricardo e se mostrou contra a alta rotatividade de técnicos.

“'Hoje tenho claro que a alta rotatividade de treinadores não é benéfica”, disse na ocasião.

Após o jogo contra o Vitória, o único a dar entrevista foi justamente Zé Ricardo. Bastante abatido, ele admitiu que a equipe não fez um grande jogo e já pensava na próxima partida. Durante a tarde, CEO do clube, Fred Luz, deu um recado extraoficial assegurando que o treinador seguiria trabalhando. No entanto, o silêncio do alto escalão do clube fazia a informação ser questionável.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Flamengo Brasileirão

Zé Ricardo assumiu o Flamengo no ano passado no lugar de Muricy Ramalho, que deixou o clube por conta de problemas de saúde. Em seu primeiro ano, o treinador conseguiu fazer boa campanha e brigar com o Palmeiras pelo título do Campeonato Brasileiro até as últimas rodadas.

Para este ano, a expectativa era de grandes conquistas, ainda mais com as grandes contratações que chegaram ao logo da temporada.

Porém, no lugar do bom futebol, vieram a eliminação precoce na Libertadores e também os maus resultados no atual Brasileirão, o que fez o Rubro-Negro terminar o primeiro turno 18 pontos atrás do líder Corinthians.

Ex-treinador agradece

Os nomes mais cotados para assumir o lugar de Zé Ricardo é o de Roger Marchado, que estava no Atlético Mineiro, e Jorginho, demitido semana passada do Bahia.

Nesta segunda-feira (7), Zé Ricardo se manifestou pela primeira vez após sua demissão do Flamengo.

Em um comunicado, ele agradeceu a oportunidade dada para treinar o clube, os jogadores e aos torcedores.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo