Quando Carlitos Tevez acertou a sua volta para o Futebol argentino poucas pessoas acreditavam que ele ainda iria jogar em outro país. Porém, veio o dinheiro chinês e não pensou duas vezes, fez as malas e foi atuar no continente asiático. Não foi por qualquer salário, foi o maior salário do futebol mundial, a frente até de Neymar, com cerca de 38 milhões de Euros por ano.

Mas o dinheiro não está trazendo felicidade para o argentino. Ele ainda não fez muita a felicidade Shanghain Shenhua, com poucos gols, pode acabar voltando a atuar no futebol sul-americano.

Publicidade

O jogador está na Argentina para se recuperar de uma lesão, mas antes de sua saída ele assinou um termo, onde se comprometia a voltar ao país asiático.

A imprensa argentina afirma que o atleta não está feliz, pois seu time vai mal na liga chinesa e tem tido atuações ruins, com apenas 2 gols feitos em 11 jogos disputados. Como é um torcedor fanático do Boca Junior, uma eventual saída do futebol chinês pode culminar com ele vestindo novamente a camisa do Boca.

Mesmo assim, sempre há uma possibilidade dele voltar a vestir a camisa do Parque São Jorge.

Tido como um dos jogadores mais queridos pelo torcedor corintiano nos últimos anos, ele foi sondado algumas vezes pelo Corinthians.

Para existir uma possível volta ao futebol sul-americano, ele deve entrar em acordo com o clube chinês e abrir mão de uma bolada salarial. Com o maior salário do futebol mundial, ele deve tentar cumprir o seu contrato, mas a vontade de competir por títulos mais importantes pode fazer ele mudar de ideia. Recentemente, ele afirmou em entrevista no país vizinho, que gostaria de vestir novamente a camisa do Boca para tentar a conquista de uma Libertadores.

Publicidade

Tevez brilhou no Corinthians em 2005. Ele ainda era um jovem jogador, com muito futuro, mas já mostrava o faro de gol e se destacou, tendo criado até hoje um enorme carinho da torcida corinthiana. Nos 78 jogos disputados com a camisa do alvinegro, foram incríveis 46 gols marcados, entrando para a história do clube como um dos melhores atacantes que já vestiu a camisa do clube.

Após ser vice-campeão da Liga dos Campeões pela Juventus, Carlitos surpreendeu o mundo ao voltar para a América do Sul, mesmo com propostas de gigantes equipes europeias.

Com 33 anos, ele deve jogar futebol em alto nível por mais algumas temporadas. Caso fique até o final do seu vínculo com o futebol chinês, estará livre no mercado com 35 anos.