Em protesto contra os salários atrasados, os jogadores do Mogi Mirim se recusaram a entrar em campo [VIDEO] no último sábado (12), na partida contra o Ypiranga, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C [VIDEO], o que fez a equipe gaúcha ser declarada vencedora por WO e 3 a 0 contado a seu favor na classificação. Após o lamentável episódio, chegou-se a até mesmo especular que o time do interior de São Paulo não jogaria as demais rodadas, desistindo assim da competição.

O regulamento da CBF prevê que em caso de desistência de um time com o campeonato em andamento, os resultados obtidos pelo time até o momento são anulados.

Ou seja, é como se o time não tivesse participado do campeonato em momento algum. Caso isso ocorra, alguns times do grupo serão bastante prejudicados.

Um deles é o São Bento de Sorocaba, que neste final de semana alcançou a liderança da chave após vencer o Botafogo, fora de casa, por 2 a 0. O time de Sorocaba soma 23 pontos, dois quais quatro foram conquistados em cima do Sapão. Com a anulação das partidas, o Bentão cairia para a quarta posição, com 19 pontos.

O time de Ribeirão Preto também seria bastante prejudicado, já que cairia da quarta para a quinta posição, deixando a zona de classificação. A Pantera também somou quatro pontos do Mogi, e com a exclusão do time passaria a ter 19 pontos.

Por outro lado, quem acabaria se dando bem seria o Joinville, que fez apenas um ponto contra o Sapão (os times ainda jogaria na última rodada) e subiria para a terceira posição.

Já o Tupi, um dos únicos a perder para os paulistas, manteria os 23 pontos, mas retomaria a liderança por conta da perda de pontos do Azulão.

Em um primeiro momento beneficiado com o WO, curiosamente o Ypiranga seria outro prejudicado com a exclusão do Sapão, uma vez que venceu nos dois turnos (já contanto o WO) e despencaria da terceira para a sexta posição, passando de 21 para apenas 15 pontos. Em seu lugar entraria do Volta Redonda, outro que conseguiu a façanha de perder para o Mogi no primeiro turno. O time do Rio de Janeiro manteria os 20 pontos e saltaria da sexta posição para a vice-liderança.

A briga também ficaria interessante na parte de baixo. Com o Mogi já rebaixado, restaria apenas um lugar no Z-2, posição atualmente ocupada pelo Macaé, que está com 12 pontos. Com a nova pontuação, o time ainda seguiria na zona de rebaixamento, mas ficaria empatado com o Bragantino com nove pontos. No momento a diferença é de três pontos: 12 contra 15.