O Vôlei Bauru não começou como gostaria a disputa do Campeonato Paulista 2017. Além de ter ficado sem a ponteira Paula Pequeno, que sentiu um desconforto no pé esquerdo logo no início do duelo, a equipe bauruense foi superada pelo Sesi por 3 sets a 1 (parciais de 25/20, 18/25, 25/20 e 25/23) em duelo nesta terça-feira à noite, em Santo André, que marcou a estreia no Estadual. O próximo compromisso do time na competição será na terça-feira, 22, às 19h30, diante do Pinheiros, em Bauru, no primeiro confronto do Vôlei Bauru no Ginásio Panela de Pressão.

As maiores pontuadoras do time no confronto desta noite foram a oposta Helô, com 21 pontos, a ponteira Dayse, com 15, e a central Angélica, com 13.

Também pontuaram a central Andressa Picussa, com 9, a oposta Ariane e a ponteira Carol Westermann, com 3, a central Valquiria, com 2, e a levantadora Juma e a ponteira Paula Pequeno, com 1.

Para o técnico interino do Vôlei Bauru, Fabiano Kwiek, o time cometeu muitos erros, que custaram caro diante de um adversário que já vinha com maior ritmo de jogo em relação ao time bauruense. “A quantidade de erros que cometemos foi absurda e não dá para sustentar um jogo assim. Tivemos dificuldades para jogar, enquanto o Sesi atuou solto e num ritmo de jogo diferente do nosso após já terem disputado a Taça Ouro e a Copa São Paulo. Tivemos muitas dificuldades para passar e para virar as bolas e não conseguimos jogar com o passe na mão das levantadoras, o que foi muito difícil pra gente”, analisou Kwiek.

Para o treinador, a prioridade nos treinamentos visando o confronto da próxima terça-feira diante do Pinheiros deve ser centrado em alguns fundamentos, como o passe, saque e ataque. “Especialmente do passe e do saque, porque foi muito complicado.”

O jogo

O Vôlei Bauru começou o duelo com a seguinte formação: Juma, Angélica, Andressa Picussa, Helô, Dayse, Paula Pequeno e Arlene. No entanto, logo nos primeiros momentos da parcial a equipe bauruense perdeu a ponteira Paula Pequeno, que sentiu um desconforto no pé esquerdo e não atuou mais durante todo o restante da partida. Por isso, a ponteira fará exames nesta quarta-feira para ter um diagnóstico mais preciso e reavaliar seu quadro.

Já sem Paula Pequeno em quadra, o time bauruense permaneceu atrás do placar durante todo o primeiro set, chegando a encostar em 19 a 18. Mas o Sesi, aproveitando-se dos erros do Vôlei Bauru, fecha a parcial em 25 a 20.

No segundo set, o Vôlei começa melhor e abre 6 a 2, obrigando o Sesi pedir tempo. O time bauruense mantém o ritmo e, em ótima passagem no saque da central Andressa Picussa, o Vôlei Bauru amplia a vantagem para 13 a 5.

Desta forma, a equipe foi soberana e, com ótimo aproveitamento no saque, bloqueio e nos contra-ataques, concluiu a parcial em 25 a 18, empatando o confronto em 1 a 1.

No terceiro set, o time bauruense novamente começa melhor e vai a 4 a 1, mas desta vez o Sesi não permite ao Vôlei Bauru se distanciar e diminui para apenas um ponto com 5 a 4. A parcial seguiu bastante equilibrada até o Sesi passar à frente com 12 a 10 e Fabiano Kwiek pedir tempo. Com queda no aproveitamento na recepção, o Sesi amplia para 16 a 12 e o Vôlei Bauru pede novo tempo. O time bauruense não reage e as paulistanas se aproveitam para chegar aos 19 a 12, conquistando vantagem confortável para encaminhar a vitória na parcial por 25 a 20 e passar à frente no duelo em 2 a 1.

No quarto set, novamente o time bauruense inicia melhor e abre 6 a 2, mantendo vantagem até o placar de 11 a 8, quando o Sesi reage e vira em 13 a 12. Com 14 a 12 para o Sesi, o técnico Fabiano Kwiek para o jogo, mas o time bauruense não retorna bem e as paulistanas abrem 17 a 13. Mas o Vôlei Bauru reage e encosta para um ponto com 20 a 19. O duelo fica disputado ponto a ponto, até o time bauruense voltar a sofrer com novos erros e permitir ao Sesi fechar a parcial em 25 a 23 e o jogo em 3 sets a 1.

O Paulista

O Campeonato Paulista 2017 será disputado por sete equipes: Osasco, Sesi, Pinheiros, São Caetano, Vôlei Bauru, Valinhos e Barueri. O sistema de disputa prevê turno único, com as equipes se enfrentando dentro do grupo. Por ser o atual campeão, o Osasco já está garantido nas semifinais, enquanto os classificados entre segundo e sétimo disputarão as quartas de final em playoff melhor de dois jogos, com desempate, caso necessário, no golden set (set único disputado logo após a segunda partida). Desta forma, os jogos das quartas de final terão os seguintes confrontos: Grupo B (2º x 7º), Grupo C (3º x 6º) e Grupo D (4º x 5º). O Osasco enfrentará o vencedor do Grupo D em uma das semifinais, enquanto a outra terá os vencedores de B e C.