O aberto de tênis dos Estados Unidos (US Open) foi o último torneio dos abertos que compõe os títulos de Grand Slam no ano de 2017. Realizado no solo nova iorquino nas modalidades simples masculino, simples feminino, duplas masculinas e duplas femininas terminou recentemente em 10 de setembro de 2017 sob a presença contagiante dos amantes do mundo do tênis.

Motivado pelo aporte financeiro recorde integralizado de $ 46,3 milhões (152,2 milhões de reais) dos quais $ 3,5 milhões foram entregues ao campeão do simples masculino. O recorde inédito ao torneio também superou financeiramente os demais títulos de Grand Slan, a saber, o Australian Open (Melborne), Roland Garros (Paris) e Wimbledon (Londres).

De olho nos resultados, o espanhol Rafael Nadal tem demonstrado na força do braço e no equilíbrio constante em quadra que pretende superar o brilhante Roger Federer no ranking internacional. Foi o que conquistou neste ano depois de uma polêmica envolvendo suas condições físicas devido a possíveis contusões que atormentariam o ano do Nadal.

Retrospecto do Grand Slam

No início deste ano, foi dada a largada para consagrar o melhor tenista do ano. O Australian Open de Melborne terminou numa acirrada disputa entre Rafael Nadal e Roger Federer num disputadíssimo set a set. A vitória foi de Federer.

Na segunda etapa do Grand Slan em Roland Garros (Paris) foi decidido entre o espanhol Rafael Nadal e o suíço Stam Wawrinka da Suíça onde foi confirmada a vitória do espanhol.

Por sua vez em Londres, no aberto de Wimbledon, em meados do mês de julho Roger Federer retornou ao rol dos campeões ao bater o croata Marin Cilic.

Os melhores vídeos do dia

O último torneio e a consagração

No aberto de tênis dos Estados Unidos (US Open) 2017, saiu vitorioso o espanhol Rafael Nadal em disputa com o sul africano Kevin Anderson. A vitória gloriosa registrou as parciais 6/3 6/3 e 6/4.

A dupla Nadal e Federer demonstra que suas vitórias são cinematográficas, pois dispõem de tamanha habilidade em quadra que viram e registraram resultados destacados entre os demais tenistas da atualidade.

Nadal tem sido um grande tenista pelos números e vitórias e ainda, a acrescer sua vasta biografia de campeão, a superação. Nadal já teve sérias consequências pelos anos de treino forte e tem que superar constantes lesões que aumentam o grau de dificuldade do campeão.

A somar a história de superação neste ano subiu um degrau na história e superou Federer contando com a liderança isolada no 1º lugar do Ranking ATP e em segundo lugar, o Roger Federer, o que não é de muita vantagem tendo em vista a potência tenista que é o Federer.

O Us Open 2017 acarretou numa acirrada disputa para o ano que vem no Grand Slam, cria expectativas para todos os amantes do tênis e as apostas começam a surgir no horizonte para uma possível final no Grand Slam 2018 novamente entre as feras do tênis, o que vai movimentar o mundo pela partida.