A diretoria do Internacional foi atrás de um grande jogador para o meio de campo e contratou Felipe Gutiérrez do Futebol chileno para ajudar o clube a ter uma temporada mais tranquila. Mesmo sem conseguir demonstrar o mesmo futebol de antes, ele foi convocado para defender a seleção chilena nessas eliminatórias. Acabou não sendo muito feliz, já que foi derrotado duas vezes e ficou muito perto de dar adeus a Copa do Mundo da Rússia.

O atleta chegou ao Beira-Rio por empréstimo junto ao Betis, da Espanha, mas foi relevado pelo Universidad Católica do Chile, é um dos atletas queridos pelo torcedor chileno e pode deixar o Beira-Rio.

O seu vínculo com o clube gaúcho é válido somente até o mês de dezembro e caso queira ficar com ele permanentemente, o Inter terá que desembolsar 2 milhões de euros (R$ 7,43milhões).

Por conta dessa indefinição, sem saber se a diretoria irá comprá-lo definitivamente, a Universidad Católica já demonstra interesse em sua volta e o futuro do jogador em 2018 pode ser mesmo o futebol chileno. Com raras chances no time do técnico Guto Ferreira, ele é visto como um jogador com grande qualidade técnica, mas terá que suar muito para fazer com que a diretoria do Inter concorde em pagar essa bolada para ficar com ele.

O que dificulta é que o Inter terá que pagar para ficar com Edenilson, que também está jogando por empréstimo e por conta disso, pagar pouco mais de R$ 7 milhões por um jogador reserva por ser muito.

A diretoria do Inter não fala sobre o assunto, mas a definição se irá exercer a opção de compra ou não só deve acontecer em dezembro, quando termina a temporada e o Colorado deve estar na primeira divisão. Na seleção chilena, [VIDEO] Gutiérrez também não é titular. Mesmo com a troca de treinador, o atleta vem buscando o seu espaço na Roja.

Outros nomes que chegaram em 2017 também não tiveram espaço, como Roberson e Cirino, jogadores que chegaram com grande expectativa, mas nenhum dos dois mostra o futebol que se esperava. Cirino hoje atua no futebol árabe e tenta voltar a jogar como na época do Atlético Paranaense.

O time atual foi formado para a disputa da Série B. Por conta disso, a tendência é que vários jogadores do atual elenco acabem sendo negociado para outras equipes, abrindo a possibilidade da contratação de novos jogadores e reforçar o grupo para a disputa da Série A em 2018.

Com Camilo e possivelmente D'Alessandro, o meio de campo do Inter estará muito forte para a temporada seguinte. As contratações de mais um lateral e também um zagueiro devem ser as prioridades do clube gaúcho [VIDEO].