O Internacional é o líder do Brasileirão com 48 pontos. O vice-colocado tem a mesma pontuação, mas tem uma vitória a mais do que a equipe mineira e por isso está na ponta da tabela novamente. Mostrando um bom Futebol e conseguindo mais uma vitória, muitos começam a fazer as contas para saber quanto o colorado irá voltar oficialmente para a primeira divisão.

Agora só faltam 5 vitórias mesmo assim, o time quer manter os pés no chão para buscar um maior equilíbrio e não começar a oscilar no campeonato.

A diretoria, comissão técnica e jogadores estão em busca sempre de mais uma vitória. Cada vez mais próximo de conseguir o seu objetivo, o medo é de que como está cada vez mais próximo do acesso, o desempenho pode cair.

As 5 vitórias são baseadas na média que os clubes historicamente garantem a sua ida para a primeira divisão do ano seguinte.

''Não estamos pensando a longo prazo, pensar nisso pode prejudicar o rendimento'', afirmou o goleiro Danilo [VIDEO]Fernandes após o jogo em Caruaru.

Edenilson, um dos destaques na partida também falou sobre a proximidade da confirmação do acesso colorado: ''Eu acho cedo para pensar dessa forma. É uma falta de respeito pensar assim com outras equipes que estão ali. Se pensamos assim, podemos não conseguir. Até chegar nessa pontuação precisamos de humildade'', afirmou o jogador do Internacional.

A boa notícia é que o próximo adversário é o maior adversário [VIDEO]do Inter nessa Série B, que é o América Mineiro. Em partida que será disputada no Beira-Rio na quarta-feira, se espera que o clube possa fazer mais uma boa partida e aumentar a diferença na ponta do campeonato.

Com o bom momento e apenas uma derrota nos últimos 8 jogos, o time gaúcho terá o apoio de mais de 35 mil torcedores, que empurrarão o time para a conquista de mais uma vitória e aumentar as chances de ficar na primeira divisão.

Quanto mais rápido conseguir o acesso vai ser melhor para o planejamento do clube. Como vários jogadores deverão sair para a contratação de atletas para disputar uma Série A que será complicada, os jogadores estão comendo a bola para mostrar a diretoria que podem ser bons nomes para 2018.

Guto Ferreira começou o seu trabalho muito pressionado com os maus resultados. Ele chegou no duelo contra o Oeste, ainda no primeiro turno, com a missão de ganhar ou poderia perder o cargo. Porém, o time venceu e ai começou a reação colorada na segunda divisão e vive o seu melhor momento desde a queda.