Nesta quinta-feira (28), oficialmente chegou ao fim a segunda passagem do meia Cícero pelo São Paulo [VIDEO]. Contratado no início do ano a pedido do então técnico Rogério Ceni, o atleta de 33 anos se reuniu com a diretoria e acertou a rescisão de seu contrato com o clube. Segundo a diretoria, ele estava afastado do elenco principal desde o inicio de agosto, por questões disciplinares. Seu novo clube será o Grêmio, segundo informação publicada pelo portal Globo Esporte. Ele é esperado nesta sexta-feira, em Porto Alegre, para fazer exames médios e assinar contrato.

A pedido do então técnico Rogério Ceni, Cícero chegou ao São Paulo no início da temporada, vindo do Fluminense, e tinha contrato até o final de 2018, mas desde o início do mês passado vinha treinando em horários separados e o técnico Dorival Júnior não demostrava a menor intenção em contar com seu futebol.

Na atual temporada, ele participou de 30 jogos e marcou quatro gols.

Além dos problemas que causaram seu afastamento, que não ficaram muito bem esclarecidos, seu nome ainda esteve envolvido no famoso episódio da prancheta de Rogério Ceni. Na época surgiram rumores que o treinador havia atirado uma prancheta no chão e posteriormente que a mesma teria acertado o meia, que por sua vez não teria gostado e foi contido por demais companheiros.

Como já fez dez partidas defendendo o time paulista, Cícero não poderia defender nenhum outro clube na atual edição do Campeonato Brasileiro, e isso certamente foi um dos fatores que tornaram demorada sua saída do clube. No entanto, pelo Grêmio, ele ainda poderá ser usado durante a disputa da atual Copa Libertadores da América, a qual o time gaúcho [VIDEO]está classificado para as semifinais, onde pegará o Barcelona do Equador, algoz de Palmeiras e Santos na fase de mata-mata.

Os melhores vídeos do dia

No novo clube, Cícero voltará a trabalhar com o técnico Renato Portaluppi. Ele havia sido dirigido pelo treinador durante sua passagem pelo Fluminense. Aliás, antes de ir defender a equipe carioca, ele já era monitorado pelos dirigentes do clube gaúcho.

O Grêmio faz o primeiro jogo das semifinais da Copa Libertadores da América no próximo dia 25 de outubro, quando recebe o Barcelona, na Arena, em Porto Alegre. O jogo de volta será uma semana depois, no dia 1º de novembro, em Guayaquil, no Equador. O vencedor deste duelo fará a final contra quem passar do duelo argentino, entre River Plate e Lanus, que jogam nos dias 24 e 31 de outubro.