Ernando entrou na mira do Corinthians no início de 2016, mas a diretoria colorada não o negociou esperando que ele atuasse no Brasileirão. O zagueiro não foi bem, foi duramente criticado por uma série de erros e acabou virando o alvo número 1 da torcida. Até teve o seu nome pichado, perdeu espaço e por pouco não foi para o Coritiba nesse ano.

Antes da lesão de Klaus, Ernando estava sem espaço [VIDEO]com Guto Ferreira e as coisas pareciam que não iam mudar, mas ele vem dando a volta por cima. Sabendo das poucas opções no mercado, a diretoria e torcida entendeu que a melhor opção nesse momento é a sua titularidade.

A mudança de ares aconteceu no duelo contra o Figueirense, no Beira-Rio.

O jogador foi aplaudido pela torcida colorada e isso deve ter enchido o jogador de esperança de dar a volta por cima no Inter e conquistar títulos vestindo a camisa do clube.

Ernando [VIDEO]é um dos jogadores mais experientes vestindo a camisa do Internacional no atual elenco. Com mais de 400 jogos com a camisa do Goiás e quase 160 partidas no Internacional, ele é um nome que já conhece o clube o elenco e não precisa de adaptação. O seu maior problema é sim mental, já que foi um dos nomes que ficaram marcados com o rebaixamento e até pouco tempo nenhum torcedor queria vê-lo defendendo o seu clube.

Agora ele terá tempo para mostrar novamente o seu grande Futebol e ajudar o Inter garantir o mais rápido possível a volta para a primeira divisão. Após o jogo ele falou: ''Agradeço a todos pelo apoio.

Eu sei que fui muito criticado. Eu aguentei muita pancada, mas segui trabalhando e sempre que tiver chance vou trabalhar muito e honrar esta camisa'', disse o atleta colorado após o final do jogo.

Há pouco tempo, o Coritiba demonstrou interesse na sua contratação e abriu a possibilidade de envolver o lateral Dodô na negociação. Não deu certo, ele acabou ficando e hoje viu que foi um ótimo negócio para a sua carreira.

A diretoria colorada cogitou ir ao mercado buscar um reforço para a zaga. Porém, com poucas opções no mercado e a temporada já se encaminhando para o seu final, isso não aconteceu. Thales, jovem zagueiro que estava no CSA voltou e virou uma opção para Guto Ferreira no restante da temporada.

Paulão foi outro zagueiro que ficou marcado com o rebaixamento, mas ele não conseguiu se reerguer após a queda para a Série B e hoje é zagueiro do Vasco da Gama e vem mostrando um bom futebol e agradando o torcedor carioca na disputa do Brasileirão.