O Palmeiras [VIDEO] está na quarta colocação do Campeonato Brasileiro e defenderá a posição no próximo sábado (9) contra o Atlético Mineiro, em Minas Gerais, no Estádio Independência. Desde o último jogo, o técnico Cuca terá mais de dez dias para trabalhar e deve ter em mente o time que vai a campo.

O lateral esquerdo Egídio, que ficou mais de 30 dias fora, pode não ter mais chances no time titular. O jogador já vinha mal antes do jogo contra o Barcelona, do Equador, pela Copa Libertadores da América. Convocado para bater pênalti na decisão, perdeu e confirmou a queda palmeirense na competição. Desde então, Cuca adotou o discurso de ‘’preservá-lo’’ nas partidas seguintes.

Michel Bastos jogou bem contra o São Paulo e deve seguir na posição. Na direita, Jean deve brigar com Mayke e ainda não tem posição definida. Cuca deve decidir isso na movimentação desta segunda-feira (4), na Academia de Futebol.

Futuro definido

Felipe Melo estava treinando separadamente do elenco após ser afastado por Cuca. Depois da eliminação contra o Cruzeiro [VIDEO] pela Copa do Brasil, o volante cobrou os colegas no vestiário e se exaltou, deixando o treinador nervoso. Cuca disse que Melo ‘’feriu a hierarquia’’ do grupo ao falar como um treinador.

Cuca conversou com Alexandre Mattos, executivo de futebol, e com o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, e decidiu afastar o volante. Dias depois, o atleta postou fotos treinando sozinho na Academia de Futebol e o Palmeiras foi notificado extrajudicialmente para reintegrar o jogador sob pena de processo por assédio moral.

A diretoria jurídica do clube confirmou a possibilidade, e Galiotte assumiu tom mais apaziguador. Ele esteve reunido com Felipe Melo na manhã de hoje, na Academia de Futebol. Há cerca de duas semanas, Cuca aceitou a reintegração do jogador e Felipe Melo começará a treinador com os companheiros nesta segunda-feira no período da tarde.

A dúvida agora é se Cuca vai relacioná-lo para alguma partida. Apesar de ter perdoado o jogador, o treinador palmeirense entende que ele não tem o perfil desejado para fazer parte do time titular. Aos 34 anos, Felipe Melo tem dificuldade para marcar e voltar com rapidez, deixando o time bastante exposto aos contra-ataques.

Em 2018, algumas coisas serão definidas. A permanência de Cuca não é garantida e tudo vai depender da posição que o Palmeiras terminar no Campeonato Nacional. Se cair e outro técnico assumir, Felipe ressurge com mais força e pode ser adaptado em outra formação sem maiores dificuldades.