O apresentador e ex-jogador #Neto voltou a protagonizar um espetáculo polêmico e cheio de contradições em seu programa, “Os Donos da Bola”, da Band. Ao falar sobre o gol de mão de Jô, ele afirmou que também não avisaria ao juiz, atacou jornalistas que pregaram o fair-play e numa "baita" contradição, também atacou Jô.

O fato

Após marcar um gol com a mão contra o Vasco, no último domingo (17), em Itaquera, na vitória do #Corinthians por 1 a 0, o atacante Jô foi muito criticado pelo fato de não ter avisado ao juiz da irregularidade e mais ainda por ter negado o ato na saída de campo.

Diversos programas esportivos criticaram a falta de fair-play do jogador corintiano e fizeram questão de lembrar que no começo deste ano, ele mesmo tinha sido beneficiado graças à sinceridade de outro jogador.

O fato ocorreu na partida em que o Corinthians derrotou o São Paulo por 2 a 0, no Morumbi. Jô levou um cartão amarelo por suposta falta em Rodrigo Caio, mas o zagueiro tricolor avisou ao árbitro que não tinha sofrido a falta. Com isso, o juiz anulou o cartão que suspenderia Jô na partida seguinte. Nos dias que se seguiram, Jô agradeceu a Rodrigo Caio, mas quando teve a chance de também usar de fair-play, não o fez.

Neto baixa o nível contra jornalistas

A polêmica foi tão grande que o apresentador e jornalista do 'Fantástico', Tadeu Schmidt, da Globo, mandou um recado a Jô, dizendo que um gol a mais ou a menos não iria mudar nada para ele, mas que se tivesse tido a atitude de informar ao juiz, seria algo com repercussão no mundo inteiro.

No dia seguinte, Neto resolveu atacar de maneira grosseira, Tadeu Schmidt e outros jornalistas que criticaram Jô.

“Por que vocês da Globo não falam toda a verdade, então, do que acontece?". “Por que vocês não falam que foram na zona, que traíram a mulher, que ganham dinheiro pra caramba? Só o jogador de futebol tem que ser 100% honesto?”.

Contradição gritante

Após ter sido grosseiro com os que criticaram Jô, Neto "virou o disco" e passou a gritar que o atacante [VIDEO] tinha feito um gol irregular e que se ele achou que o Rodrigo Cai [VIDEO]o tinha sido legal, deveria ter feito o mesmo.

Na sequência, demonstrou estar chateado com Jô, não pelo gol de mão, mas pelo fato do atacante ter ido ao programa "Bem, amigos", da Sportv, mas ainda não ter ido ao dele.

Neto disse que também fez coisas erradas em campo

Neto afirmou que se fizesse um gol com a mão, também não avisaria ao juiz e, parecendo demonstrar orgulho, contou que cavou muitos pênaltis que não foram, em sua carreira.

Histórico polêmico como jogador

Grande parte da carreira de Neto foi marcada pelas polêmicas. A maior delas ocorreu em 1991, após ser expulso quando jogava pelo Corinthians em uma partida contra o Palmeiras. Irritado, ele cuspiu no rosto do juiz, para espanto e decepção de milhares que assistiam ao jogo. Levou uma bela suspensão e tempos depois, afirmou ter se arrependido. #jô