O #Vasco vive um momento de ascensão no Brasileirão e tudo parecia ir bem, sem polêmicas, mas as coisas nunca são fáceis para o clube de São Januário. Isso porque o presidente vascaíno e candidato a reeleição, Eurico Miranda, pode acabar sendo afastado da presidência do Vasco.

Mas o que ele fez? O Ministério Público do Rio de Janeiro disse que o presidente acobertou torcidas organizadas que vem promovendo violência nos estádios de #Futebol. Mas não foi somente Eurico. O Ministério Público também pediu o afastamento da diretoria cruz-maltina e o pagamento de uma multa de 500 mil reais.

Essa ação civil publica diz que o Vasco está descumprindo artigos do Estatuto do Torcedor sobre a prevenção de violência nos estádios.

Essa denúncia foi motivada pelo clássico entre Vasco e Flamengo, quando torcedores vascaínos atiraram bombas no estádio de São Januário, o que gerou muita confusão dentro e fora dos gramados.

Violência em São Januário virou algo comum. O Ministério Publico acredita que o Vasco vem acobertando a torcida Força Jovem, chegando até a contratar membros da torcida para prestar serviços.

O Vasco emitiu uma nota e afirmou que recebe essa notícia como um absurdo e perplexidade. A nota ainda diz que o Ministério Público tem tido ações 'precipitadas e desarrazoadas' em relação ao Cruz-Maltino. O clube [VIDEO]entende que esse ato foi uma manobra política/pessoal.

Com Eurico Miranda tentando a reeleição no Gigante da Colina, é um duro baque que ele recebe justamente no dia que irá protocolar a sua candidatura.

O presidente [VIDEO]é amado e também odiado, mas será um duro concorrente aos outros candidatos e pode vencer mais um pleito.

O futuro do time sob o comando de Zé Ricardo também será importante, já que se a equipe for bem no Brasileirão, ele não receberá tantas críticas pelo futebol que a equipe apresenta. Vale lembrar que Zé é o terceiro treinador do clube somente em 2017, mostrando uma clara falta de planejamento para a temporada.

Recentemente a diretoria vascaína conseguiu a liberação de São Januário, que foi interditado após a confusão diante do Flamengo. O time jogará mais uma vez sem torcida, pela última vez, diante da Chapecoense. Após esse confronto, o torcedor poderá voltar ao estádio e ajudar o clube a subir na tabela de classificação.

O próximo jogo do Brasileirão será contra o Corinthians, válido pela 24ª rodada do Brasileirão, com boa possibilidade de vitória vascaína.