O Sport Club Corinthians Paulista não conta com patrocínio master em sua camisa desde abril deste ano e, segundo fontes, o clube corre para conseguir fechar ainda essa semana com um novo parceiro.

O antigo patrocinador master, Caixa Econômica Federal, abriu negociação para renovação, mas as negociações não evoluíram. A estatal, além de querer reduzir o valor pago para algo em torno de R$ 25 milhões, também fez uma série de exigências, como uma quantidade de ingressos em jogos específicos, camarotes, entre outras contrapartidas.

As exigências feitas irritaram a diretoria corintiana, que travou as negociações até encerrá-las.

Em recentes entrevistas, o presidente do clube Roberto de Andrade, tem colocado a culpa na situação econômica do país, alegando que as empresas têm diminuído investimentos em patrocínios para o futebol.

Atualmente, o time conta com diversos parceiros comerciais, como a escola de idiomas Minds, a fabricante de celulares Alcatel, Universidade Brasil, Cia do Terno, Materiais Elétricos FoxLux, a cervejaria Estrella Galicia, a fabricante de caminhões Iveco, a fornecedora de material esportivo Nike e Hunter Sports.

Com esses parceiros, estima-se que o clube já fature algo em torno de R$ 65 milhões em patrocínio. A meta do departamento de marketing é conseguir R$ 100 milhões em patrocínios ainda este ano.

A diretoria tem adotado cautela, visto que nos últimos anos tem tido problemas com patrocínios de empresas que não conseguem honrar o contrato. Com isso, o clube tem evitado negócios de riscos e se aproximado de grandes empresas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Corinthians

O clube tem aceitado valores de contratos menores, mas com tempo de vigência maior, procurando assim uma parceria mais duradoura.

Recentemente o clube criou um grupo com corintianos das mais variadas áreas, empresarial, marketing, entre outros. O Objetivo é aproximar o clube das grandes empresas.

Alguns nomes são especulados, como Santander, Bradesco e Emirates. A diretoria e o departamento de marketing se reuniram esta semana para avançar nas negociações sobre o novo patrocínio.

O dinheiro entraria em boa hora, pois o financeiro do clube trabalha no vermelho há muito tempo e ajudaria a aliviar despesas com o futebol do clube.

Nos últimos jogos, a equipe do parque São Jorge tem usado o espaço para divulgação de campanhas e projetos sociais como a AACD.

A marca Corinthians está entre as maiores do Brasil, se não for a maior. É de estranhar a demora da diretoria em conseguir um parceiro disposto a associar sua marca a uma torcida fanática de 30 milhões de pessoas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo