Na quarta-feira dia 27 de setembro Cruzeiro e Flamengo fizeram a final da Copa do Brasil em um jogo com quebra de recorde de público do Novo Mineirão.

Em um jogo com mais de 56 mil pagantes que quebrou o recorde de público que era até então do catastrófico jogo da semifinal da Copa do Mundo de 2014, quando o Brasil perdeu de 7 x 1 para a Alemanha. Com uma festa linda protagonizada pelas duas torcidas.

Antes de o jogo começar alguns ex-jogadores foram homenageados, como foi o caso do ex-goleiro Raúl que já atuou pelas duas equipes.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Os também ex-jogadores Júnior (atuou pelo Flamengo) e Sorato (atuou pelo Cruzeiro) entraram levando a taça.

Com a bola rolando, o jogo foi truncado e disputado lado a lado os 90 minutos, com chances claras para ambas as equipes.

No primeiro tempo o Cruzeiro começou dominando o Flamengo, mas essa pressão logo acabou quando Guerrero em uma bela cobrança de falta acertou o travessão, o que fez o Flamengo se impor e dominar até o final da primeira etapa.

No segundo tempo, diferentemente do primeiro, quem começou atacando foi o Flamengo que perdeu algumas chances claras de gol. Da metade do segundo tempo até o final da partida, quem dominou foi o Cruzeiro, com muitas chances de gol perdidas, uma das mais chances mais impressionantes foi quando o goleiro Alex (Fla) ao tentar dar uma tapa na bola, não pegou muita força e acabou sobrando para o uruguaio De Arrascaeta que não esperava que a bola fosse chegar acabou cabeceando pra fora.

O empate persistiu até o final do jogo, como nas competições brasileiras foi extinta a prorrogação, a decisão foi para as penalidades.

Os melhores vídeos do dia

Para a torcida flamenguista a apreensão aumentou ainda mais, pois o retrospecto do goleiro Alex não era muito bom em cobranças de pênalti, em 18 cobranças, 16 foram convertidas, uma bateu no travessão e Alex fez apenas uma defesa.

A decisão da partida foi para os pênaltis, ao sair à lista dos batedores foram perceptíveis que só bateriam os melhores e mais experientes de ambas as equipes.

O volante Henrique, o zagueiro Léo, o volante Hudson, o lateral Diogo Barbosa marcaram para o Cruzeiro.

O atacante Paolo Guerrero, o zagueiro Juan, o lateral Miguel Trauco marcaram para o Flamengo.

Quando chegou a vez de Diego [VIDEO] (craque do FLA), ele bateu mal e o goleiro Fábio defendeu, colocando a equipe mineira em vantagem.

Na última cobrança Thiago Neves escorregou, mas mesmo assim fez o gol e deu o título de Pentacampeão [VIDEO] para o Cruzeiro.

A equipe Mineira se igualou ao Grêmio e juntos são os Maiores Campeões da Competição.

Após as cobranças de pênalti, foram entre algumas premiações especiais a alguns jogadores.

Craque da Partida: Zagueiro Juan – Flamengo

Melhor Goleiro: Gatito Fernandez – Botafogo

Artilheiro: Rafael Sóbis – Cruzeiro

Melhor Jogador da Competição: Meia Diego - Flamengo.