O mundo do Futebol praticamente parou com o lance que deu a vitória ao Corinthians em cima do Vasco no último domingo, em Itaquera. Com o lance, o atacante Jô foi duramente criticado nas redes sociais e chegou a se falar em falta de caráter do jogador corintiano. Um dos lances que ganharam as redes foi o lateral Ramon [VIDEO], do Vasco, perguntando ao atacante Jô onde a bola tinha batido. e o corintiano fez claramente que tinha sido no peito.

Em entrevista coletiva, o lateral [VIDEO]surpreendeu e isentou o jogador da equipe paulista e atribuiu a culpa do gol à arbitragem, que não viu um lance muito claro embaixo do seu nariz.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

''Não estou aqui para executar o Jô. Quem sou eu para julgar? Eu estava próximo e vi todo o o lance. O Jô não tem que falar que não foi gol. Imagina se eu faço isso em São Januário.

Responsabilidade é do árbitro. Eu perguntei para o Jô se a bola tinha tocado na mão e ele fez o gesto dizendo que tinha tocado no peito. O lance foi rápido. Logo depois Carille me perguntou se tinha batido na mão e eu confirmei. Ele fez uma cara de negativo, também estava com dúvidas. O futebol está muito igual e se decide por detalhes. Esse detalhe nos fez perder três pontos. É chato'', afirmou o jogador vascaíno.

Jô foi duramente criticado em vários programas de televisão e nas rede sociais. Muitos deles lembraram o caso Rodrigo Caio, quando o zagueiro são paulino disse ao juiz que ele tinha se chocado com o goleiro do seu próprio time e evitou um cartão amarelo para o camisa 7 do Corinthians, assim ele pode atuar no jogo seguinte, quando acabou marcando um gol.

O lance acabou prejudicamento muito o Vasco da Gama, que poderia encostar no G6 e aumentar a briga por uma vaga na Libertadores.

Porém, isso deve ficar no passado e já pensar no próximo confronto, que é sempre o mais importante. O duelo será contra o Sport, time pernambucano que viveu uma péssima fase, e o Cruz-Maltino pode aproveitar o seu momento de ascensão no campeonato para vencer fora de casa e animar ainda mais a torcida para o restante da temporada.

O time vem mostrando cada vez mais um melhor futebol e uma das esperanças é a grande melhora na parte defensiva. Desde a saída de Milton Mendes, o único gol sofrido pelo clube foi o gol com a mão de Jô, um fato que mostra que com Zé Ricardo a zaga está muito mais protegida e muito dificilmente o time perderá novamente por um placar elástico, fato que aconteceu há pouco tempo contra o Cruzeiro e Bahia, ambos os times fizeram 3 a 0 no Vasco.