Botafogo e Flamengo fizeram um clássico eletrizando neste domingo (10) que agitou o Rio de Janeiro. A partida era importante para ambos os times, mas o alvinegro se saiu melhor, principalmente com a bela atuação de Roger, camisa 9 botafoguense, que abriu novamente a discussão sobre o atacante Guerrero [VIDEO]. O peruano fez uma partida apagada e virou piada nas redes sociais.

Falando sobre o assunto, no programa AUP, dos canais Fox Sports, o comentarista Edmundo concordou com os comentários de Roger, que durante a primeira partida do primeiro turno afirmou que o é peruano é supervalorizado.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

''Eu estou ao lado de Roger [VIDEO], para mim Guerrero é um jogador "hiper-estimado" e faz poucos gols. Se eu fosse escolher, escolheria o Roger', disse o ex-jogador e agora comentarista.

A má atuação do camisa 9 flamenguistas gerou críticas até da sua própria torcida, que se perguntam quando foi o último gol do jogador em uma partida do Brasileirão. O jogador é visto como peça fundamental do time de Reinaldo Rueda, mas não consegue mantar uma temporada toda em alto nível. Por conta disso, vira uma preocupação para jogos importantes, como a final da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro.

Na época da frase de Roger, o botafoguense afirmou que no Brasil temos a tendência de valorizar o que não é nosso. Ele citou o exemplo de Fred, atacante do Atlético Mineiro, afirmando que o atleta do Galo é muito mais jogador que o peruano.

''Acho o Guerrero um grande jogador, mas também um atleta supervalorizado. Não vejo nível que excede a todos da forma que é tratado. No Brasil temos a tendência em valorizar o que não é nosso.

Para min o Fred, atleta do Atlético Mineiro, é muito mais jogador que ele. O peruano é um bom jogador, que atua em uma boa equipe, cria chances de gol'', disse o botafoguense na época.

Roger começou o ano em baixa no Botafogo. Uma aposta que foi contratado junto a Ponte Preta para ajudar o time na disputa da Libertadores e Copa do Brasil. Fazendo poucos gols no início da sua passagem, ele foi questionado, mas, aos poucos, acabou dando a volta por cima e hoje é o artilheiro do time, com 16 gols marcados em 44 jogos disputados na temporada.

O atacante será uma preocupação para a zaga gremista, que não poderá dar bobeira, senão o camisa 9 alvinegro estará lá para marcar os gols e ajudar o seu clube a avançar de fase na Libertadores. O jogo acontece nessa quarta-feira, dia 13 de setembro, em partida que será realizada no Nilton Santos.