O atacante Jô foi uma grande contratação do Internacional em 2011, onde o clube viu o jogador como uma grande esperança para a Libertadores nos próximos anos. Mas, o atleta que estava vindo da Europa, teve uma péssima passagem por Porto Alegre e hoje, um dos melhores jogadores do Brasil liderando o #Brasileirão, não fugiu da responsabilidade.

Ele, em uma entrevista ao 'THE NOITE', do SBT, afirmou que no Internacional bebia muito e saia para baladas: '' Eu achava que era o dono do mundo. Saia e bebia muito. Tinha acabado de voltar do #Futebol europeu e tinha me separado. Achava que sairia e isso não me afetaria dentro de campo.

Falei em uma viagem, achava que não teria consequências. Fui homem para fazer isso e também tem que ser homem para assumir o que fez'', afirmou o camisa 7 do Corinthians.

A atitude do jogador em entrevista meio que agradou os torcedores, já que viram que o atleta reconheceu os seus erros na sua passagem pelo Rio Grande do Sul. No Internacional, ele poderia ter sido o camisa 9 que o clube tanto tentou encontrar após a saída de Leandro Damião, que nos seus últimos meses naquela época, não vivia um bom momento, terminando indo para o Santos.

Sua passagem pelo Internacional terminou com apenas 36 jogos disputados, marcando apenas 6 gols e não deixou nenhuma saudade. Após isso foi para o Atlético Mineiro, onde ao lado de Ronaldinho [VIDEO], foi campeão da Libertadores. Hoje atua pelo Corinthians e vive um dos melhores momentos da carreira, brigando pela artilharia do Brasileirão e com grandes chances de ser campeão brasileiro.

Pelo Internacional se envolveu em algumas polêmicas, principalmente por conta do seu comportamento. Em 2012, em jogo importante da Libertadores ele se recusou a viajar com o restante do grupo, dizendo que estava indisposto. Por conta disso foi afastado do elenco, mas logo voltou, onde acabou sendo afastado novamente e depois disso ficou evidente que não tinha mais como permanecer no clube.

Com o bom futebol [VIDEO]mostrado no Corinthians, já surgem clubes interessados no seu futebol e podem fazer uma oferta na próxima temporada pelo atleta. Ele vive um momento de glória com o torcedor e por conta disso deve ficar no Brasil nos próximos anos.

Hoje, o Inter tem ótimos atacantes e vive um momento decisivo, buscando a classificação o mais rápido possível para a Série A, onde no próximo ano, pode jogar contra o atacante Jô novamente pelo Campeonato Brasileiro.