Além da insegurança de seus dois goleiros reservas, que já falharam em momentos decisivos, o Flamengo ganhou mais um grande problema para a decisão da Copa do Brasil [VIDEO], no próximo dia 27, no Mineirão, contra o Cruzeiro. O atacante Everton teve detectada uma lesão na panturrilha esquerda, e virou dúvida para a decisão.

O jogador sentiu a lesão ainda no primeiro tempo do jogo desta quarta-feira (13), contra a Chapecoense, válido pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, tendo que ser substituído aos 26 minutos de partida. Ele já iniciou tratamento, mas sua presença na final ainda é incerta. O jogador já havia sentido desgastes desde o início da semana, tendo até ficado fora de parte do treinamento da última segunda-feira (11).

Como Geuvânio e Everton Ribeiro não estão inscritos na Copa do Brasil, seu substituto deverá ser Vinícius Júnior.

Quinto colocado no Campeonato Brasileiro com 35 pontos em 23 jogos, o Flamengo volta a jogar pela competição nacional no próximo domingo (17), às 16 horas, na Arena do Urubu, contra o Sport Recife. Um tropeço poderá tirar o Rubro-Negro do G-6 e colocar ainda mais peso na decisão da Copa do Brasil.

Sem jogo bonito

Depois de enfrentar o Botafogo com um time misto, claramente priorizando a Copa Sul-Americana, o futebol apresentado pelo Flamengo na partida contra a Chapecoense ficou abaixo das expectativas dos torcedores. Porém, na visão do técnico Reinaldo Rueda o resultado foi bom, uma vez que em torneios sul-americanos, nem sempre é necessário atuar de forma envolvente.

“Do ponto de vista analítico, foi um bom resultado.

(...) Essas partidas de Sul-Americana, às vezes são para guerrear, e o Flamengo quer jogar bonito sempre. Partidas internacionais, às vezes não se joga, se compete”, analisou o treinador colombiano.

No entanto, Rueda admitiu que o time não conseguiu impor seu jogo, chamando a atenção para a intensidade da Chapecoense, que não atravessa um bom momento no Campeonato Brasileiro, onde luta contra o rebaixamento. “Esperávamos um jogo assim, com essa intensidade. Nos custamos a adaptar, os primeiros minutos foram difíceis”, analisou.

Flamengo e Chapecoense voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (20), na Ilha do Urubu. Um novo empate sem gols levará a definição do classificado para as penalidades, enquanto que empate com gols classifica o time catarinense. Ao Flamengo só a vitória serve para obter a classificação nos 90 minutos.