No final da tarde desta quarta (13), o Fluminense divulgou que, até o momento, mais de 35 ingressos já foram vendidos antecipadamente para o confronto de quinta, às 19h15 (de Brasília), no Maracanã, diante da LDU de Quito, o primeiro entre ambos pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

As vendas continuam no dia do jogo na sede das Laranjeiras, das 10 às 14h (de Brasília) e nas bilheterias 1, 2, 3 e 4 do Maracanã, que também abrirão às 10h (de Brasília) e só fecharão após o fim do primeiro tempo. Lembrando que há ingressos somente para os Setores Norte e Oeste Inferior.

Foi disponibilizada uma carga total de 46.990 bilhetes e a expectativa é de que ela se esgote antes de a bola começar a rolar.

De qualquer forma, já é o recorde de público do Fluminense na temporada, excetuando-se os clássicos diante de Flamengo, Vasco e Botafogo. A marca anterior foi de 34.017 presentes, quando o Tricolor, na sua estreia pela Sul-Americana, também no Maracanã, derrotou o Liverpool-URU pelo placar de 2 a 0.

Para evitar qualquer tipo de problemas, a diretoria do Fluminense pede que a torcida chegue cedo ao Maracanã e dê preferência ao transporte público, especialmente o metrô.

Enquanto isso, dentro de campo, o técnico Abel Braga comandou, pela manhã, no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, o último treinamento antes da partida contra a LDU. Como de praxe, grande parte da atividade foi fechada. Quando os jornalistas tiveram acesso, o meia Sornoza e o lateral-esquerdo Marlon aprimoravam as cobranças de falta.

Após a atividade, o centroavante Henrique concedeu entrevista coletiva e ressaltou a importância de conseguir uma vitória, independente de qual for o placar.

"É importante sairmos com uma vitória. Nossa atitude vai ter que ser fundamental nessa partida. Estamos motivados", declarou o camisa 9, artilheiro do Fluminense na temporada com 26 gols.

A equipe segue um mistério. A única certeza é a ausência do zagueiro Henrique, que sofreu uma lesão muscular. Nogueira e Reginaldo sõa as opções para formar o setor defensivo com Renato Chaves. Outra novidade pode ser a entrada do atacante Robinho no lugar do volante Jefferson Orejuela ou do meia Gustavo Scarpa, que vivem um mau momento.

O confronto de volta acontecerá no próximo dia 14 de setembro, em Quito. Caso elimine a LDU, o Fluminense enfrentará, nas quartas de final da Sul-Americana, o vencedor de Flamengo e Chapecoense.