#Neymar é hoje um dos maiores nomes do #Futebol mundial. Gabriel Jesus uma esperança do Brasil para a Copa do Mundo 2018 [VIDEO]. Casemiro, tricampeão da Champions League. Eles tiveram sorte? Nada disso.

Quem pensa que ídolos do esporte alcançaram sucesso sem precisar trabalhar duro para isso deve ler este artigo até o fim. Selecionamos apenas alguns exemplos de que todo grande sonho começa com um pequeno passo.

De Cotia a tricampeão da Champions League

Carlos Henrique Casemiro começou a treinar na categoria de base do São Paulo Futebol Clube [VIDEO], em Cotia (SP), com 11 anos. Durante um tempo, chegou a depender da carona de um motoboy para ir e voltar das atividades, mas nenhum obstáculo o impediu de seguir seu sonho de ser jogador de futebol.

Depois de atuar no time profissional do Tricolor, ele foi emprestado ao time B do Real Madrid e continuou subindo um degrau de cada vez. Casemiro passou a fazer parte do elenco principal, conquistou seu espaço em um dos maiores clubes da Europa e ganhou como companheiro nada menos que o astro Cristiano Ronaldo, considerado quatro vezes o melhor jogador do mundo pela Fifa (Federação Internacional de Futebol). Com 25 anos, o agora craque do Real Madrid já carrega no currículo três títulos da Champions League.

Da 'preparação' na rua para os treinos visando a Copa

Esperança da Seleção Brasileira para a próxima Copa do Mundo, Gabriel Jesus postou certa vez em suas redes sociais imagens que mostravam como foi sua preparação - longe dos gramados - antes do torneio de 2014. Ainda fora dos holofotes, o agora atacante do Manchester City era um mero torcedor da equipe nacional e ajudou seus amigos a pintar as ruas do Jardim Peri, bairro onde morava em São Paulo.

"Pintando a rua para a Copa de 2014 #tempodecriança #semprefuisonhador", escreveu. Gabriel foi chamado pela primeira vez para defender a seleção principal em agosto de 2016, depois de ter conquistado o ouro olímpico no Rio de Janeiro.

Um fã chamado Neymar

Parecia apenas mais um garotinho apaixonado por futebol tirando foto ao lado de seu ídolo Robinho, mas era "apenas" Neymar. O fã cresceu, superou aquele que tinha como referência e se tornou um astro reconhecido internacionalmente. Depois de atuar ao lado de Robinho no Santos, Ney o teve como companheiro também na Seleção Brasileira. Atualmente defende o Paris Saint-Germain, da França.

A foto antiga dos dois é lembrada com carinho pelo agora jogador do Atlético Mineiro, que a compartilhou na internet no ano passado com a seguinte mensagem: "EhToiss! Nossos sonhos a gente é quem constrói. É vencendo os limites, escalando as fortalezas, conquistando o impossível pela fé! Campeão, vencedor, Deus dá asas, faz teu voo..."

Jovem venceu seu ídolo em prova dos Jogos Olímpicos

Joseph Schooling, atleta de 21 anos, superou ninguém menos que Michael Phelps na prova dos 100 metros borboleta dos Jogos Olímpicos 2016.

Com a marca de 50,39s, o nadador de Singapura teve um desempenho melhor do que seu próprio ídolo.

O curioso é que ainda criança Joseph tirou uma foto com o americano e maior medalhista olímpico de todos os tempos. "Muito disso é por causa do Michael. Ele é a razão pela qual eu quis ser melhor nadador", afirmou após a conquista e ainda foi elogiado por ele. "Devia estar muito chateado por ter perdido uma prova e ninguém gosta de perder, mas estou orgulhoso de Joe, ele foi melhor", disse Phelps.