Antes dada como certa, a renovação do contrato de Fábio Carille com o #Corinthians não está mais sendo discutida entre o estafe do treinador e diretoria alvinegra. De acordo com o "Uol Esporte", as tratativas estão paralisadas momentaneamente devido aos últimos cinco jogos que a equipe paulista fez, pois, nesse período, o time corintiano conseguiu apenas uma vitória, e isso pode ter causado alguma incerteza dentro dos bastidores.

Apesar deste mau momento, o contrato de Carille [VIDEO], que é válido até o final desta temporada, pode ser estendido até o fim de 2018, mas a intenção do treinador é acertar sua renovação por pelo menos mais três anos.

No entanto, essa possibilidade não está em discussão ainda, já que o foco do Timão é se recuperar na disputa do #Campeonato Brasileiro e voltar a vencer o mais rápido possível.

A diretoria do Corinthians já chegou a ouvir de Fábio Carille que sua intenção é permanecer no clube por no mínimo seis ou sete anos, e em seguida ele pretende comandar alguma equipe do #Futebol europeu. Mesmo assim, os dirigentes corintianos querem sacramentar a permanência do treinador e só aguarda esse mau momento passar, para retomar às conversas pela renovação de contrato.

Mesmo com ambas as partes interessadas em selar um acordo, o Corinthians ainda não apresentou uma proposta oficial ao técnico Fábio Carille [VIDEO]. Portanto, estima-se que isso venha acontecer após o Timão voltar a vencer e conseguir uma sequência de bons resultados no Campeonato Brasileiro, onde está liderando com 50 pontos ganhos, com uma vantagem de sete pontos em relação ao Grêmio, segundo colocado.

Estafe de Carille está confiante na renovação

Os representantes do treinador corintiano demostram muita confiança em relação a renovação contratual. Por enquanto, todos os envolvidos não estão apressados para sacramentar o negócio e não descartam a possibilidade de voltar a negociar somente no final desta temporada, onde a situação do Corinthians estará definida.

Em alta no Corinthians, Carille já havia recebido um aumento salarial significativo, quando havia conquistado o título do Campeonato Paulista. Mas apesar dessa conquista importante, onde seu elenco não estava sendo muito valorizado, o treinador alvinegro ainda está registrado como funcionário do clube, já que ele ocupava o cargo de auxiliar técnico, entre 2009 e 2016.

Antes de selar a renovação de Carille, o presidente Roberto de Andrade deverá se reunir com os pré-candidatos às eleições do Timão, pois seu mandato só é válido até fevereiro de 2018. Contudo, o nome do treinador agrada a todos e ele deve renovar seu contrato por mais temporadas.