Nesta quarta-feira (13), no Estádio Nilton Santos, na capital carioca, a torcida compareceu em pequena quantidade, mas fez uma grande festa antes do início do jogo entre Botafogo e Grêmio [VIDEO].

O jogo foi cheio de polêmicas e não saiu do 0 a 0. Não foi um resultado bom, mas o jogo de ontem possibilita que na próxima quarta-feira, em Porto Alegre (RS), o time carioca seja classificado.

Logo no início, houve uma falta cometida por Bressan (Grêmio) e Roger (Botafogo) sofreu uma falta no campo defensivo. Aos 24 minutos, Arthur caiu na área em um lance só dele, a jogada foi meio duvidosa, mas o pênalti não foi marcado.

Renato Gaúcho ficou desesperado porque o árbitro não marcou o pênalti.

Logo no início do segundo tempo, houve mais polêmicas em torno do jogo, pois o Botafogo reclamou após Gilson cair depois de dividir com Edilson, mas o árbitro nada fez.

O centroavante Roger teve chances reais nos primeiros 18 minutos do segundo tempo. Ele dominou e chutou, mas a marcação foi acirrada.

No finalzinho do segundo tempo, Roger teve outra oportunidade de chutar para o gol, passou perto, mas a bola não entrou.

Houve várias substituições no segundo tempo: Everton (Grêmio) entrou em campo substituindo Lucas Barrios, que sofreu uma lesão. A partida teve que ser interrompida e recomeçou logo depois. Aos 67 do segundo tempo, mais substituições, entrou em campo o jogador Rodrigo Lindoso (Botafogo), substituindo Rodrigo Pimpão. Rafael Thyere (Grêmio) substituiu Léo Moura.

As substituições, na verdade, não fizeram muita diferença nos times, não houve mudança considerável, e na prática, ficou tudo na mesma.

Aos 79, Fernandinho (Grêmio) perdeu uma oportunidade numa jogada difícil que foi feita com o pé esquerdo e teve participação de Léo Moura.

Aos 81 do segundo tempo, o jogador Matheus Fernandes (Botafogo) recebeu cartão amarelo numa jogada perigosa.

Aos 91 o jogo foi finalizado, encerrando a partida com empate de 0 a 0.

A torcida presente no estádio, mesmo em quantidade menor do que nos jogos anteriores, fez bastante barulho e vibrou diante do resultado.

Dois jogadores tomaram cartão amarelo, são eles: Matheus Fernandes e Rodrigo Pimpão.

O jogo foi realizado no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), e teve como árbitro, José Argote (VEN).

A torcida visitante foi quem vibrou mais com o resultado.

No total, foram 33.235 pessoas que pagaram para assistir à partida, e o valor arrecadado foi de 2.029.375 reais. #FutebolBrasileiro #Futebol #Libertadores