Na entrevista coletiva após a goleada do último sábado [VIDEO] por 5 a 0 para o Grêmio, em Porto Alegre, o técnico Vanderlei Luxemburgo disse [VIDEO]que a diretoria do sport Recife era livre para decidir por sua continuidade, mas que estava disposto a renovar seu acordo com o clube. E nesta sexta-feira (8), os dirigentes mostraram que estão do lado do veterano técnico ao anunciar a renovação de seu contrato até o final do ano que vem. A notícia surge em meio ao um momento de crise atravessado pelo clube, que já está há cinco jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro.

Muito revoltado com o elenco após o jogo, Luxemburgo não poupou críticas aos atletas, afirmando que irá tirar jogador do time, mas não afastá-los para que eles sofram a situação junto com o restante do elenco.

O técnico também disse que prefere entrar em campo com jogadores tecnicamente inferiores, mas que tenham disposição e vontade dentro de campo.

O pacotão de renovação não se restringiu apenas ao treinador. O assistente-técnico Junior Lopes, o preparador físico Diogo Linhares e o coordenador de preparação física Antônio Mello também tiveram seus vínculos estendidos. A diretoria afirmou que isso já faz parte do planejamento para a próxima temporada. “Demonstramos assim confiança no trabalho de cada um deles”, disse Gustavo Dubeux, vice-presidente executivo e de futebol do clube.

Em 11º lugar com 29 pontos, mas apenas dois atrás do Cruzeiro, primeiro time dentro do G-6, o Sport volta a jogar no próximo domingo (10), às 16 horas, na Ilha do Retiro, contra o Avaí, que por sua vez luta para sair da zona do rebaixamento.

Estreia na Ilha

Um dos jogadores mais ansiosos para o jogo contra o Avaí é o volante Wesley, que veio do São Paulo. O jogador, que no clube usa a camisa de número 28, não esconde a alegria por fazer sua estreia na Ilha do Retiro. “A Ilha é um lugar mágico, onde a torcida apoia o jogo inteiro”, disse.

Na nova casa, Wesley agora espera ajudar o Sport a voltar a subir na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. “A gente não conseguiu no jogo passado, mas agora é hora da reação. Ainda mais dentro da nossa casa, com o apoio dos torcedores”.

Apesar de ter sua contratação pedida por Vanderlei Luxemburgo, o jogador não sente com cadeira cativa no time titular. “Se o cara não demonstrar dentro de campo, não tem quem fique no time titular”, afirmou o jogador, que revelou ainda ter pedido para deixar o São Paulo por não se sentir feliz no clube.