O Rio de Janeiro parou na noite dessa quarta-feira para ver um dos melhores jogos da Libertadores. Diferentemente do jogo contra o Flamengo, o Botafogo quis vencer e procurou fazer os gols. Teve um pênalti claro não marcado, mas, mesmo assim, o torcedor gostou do que viu dentro de campo e acredita na classificação.

Nas redes sociais, é fácil encontrar torcedores de outras equipes que estavam acompanhando o jogo e gostaram do que viram, elogiando principalmente a raça do Botafogo diante de um rival duro que é o Grêmio.

Com um bom futebol mostrado, o Botafogo conseguiu a vantagem de empatar com gols fora de casa e assim estará classificado para as semifinal da Libertadores.

Geromel e Luan, nomes importantes do Grêmio que não atuaram nessa quarta-feira, podem entrar em campo na semana que vem e se tornarão uma dor de cabeça para Jair Ventura.

O Botafogo tem o seu jeito de jogar e isso faz com que as peças entre em campo e se adaptem mais rapidamente.

Com uma ótima defesa, Jair Ventura vem conseguindo dar trabalho para diversas equipes e assim pode surpreender o Grêmio fora de casa e ir para a semifinal da competição.

Na Arena do Grêmio, no próximo final de semana [VIDEO], o duelo será ainda mais complicado, já que com o apoio do seus torcedor, o tricolor vai partir para cima e o sistema defensivo terá muito trabalho pela frente.

Os adversários vêm se surpreendendo com o alvinegro principalmente por conta do elenco, que conta com nomes que não se destacaram tanto assim em outras equipes. Eliminando vários campeões da Libertadores e se classificando para as quartas, mesmo que não passe de fase o torcedor botafoguense deve está orgulhoso da sua equipe.

A defesa mostrou novamente ser um dos pontos fortes desse time. Com nomes que chegaram sem grande expectativa, a zaga botafoguense conseguiu não tomar gols do melhor ataque do Campeonato Brasileiro [VIDEO].

O torcedor ficou preocupado antes do início da partida para ver como seria a postura do alvinegro em cima dos gaúchos. Um dos grandes erros cometidos no jogo contra o Flamengo foi respeitar demais o seu adversário, mas isso não aconteceu nessa noite.

Com várias chutes ao gol, o Fogão colocou o goleiro adversário para trabalhar, criando boas oportunidades de abrir o placar. As coisas poderiam ter sido muito diferentes, já que Gilson sofreu uma penalidade clara, mas o árbitro venezuelano não deu e tirou a chance de uma vantagem grande para o jogo seguinte.