Faz um bom tempo que o #Corinthians busca o seu novo patrocinador máster. Desde que a Caixa Econômica Federal deixou de patrocinar a equipe no primeiro semestre, nenhuma empresa estampa a sua marca no espaço principal do clube por mais de um jogo. Por conta disso, os torcedores começaram a questionar a diretoria e o departamento de marketing [VIDEO], mas as coisas podem estar bem encaminhadas para que o time volte a ter tal patrocinador.

De acordo com o Uol Esporte [VIDEO], há grandes possibilidades de a Cia do Terno, empresa que já estampa a sua marca no clube que lidera o campeonato, assumir o espaço máster do uniforme corintiano.

De acordo com a publicação, o Corinthians pede 2,5 milhões de reais por mês para expor a marca no seu espaço principal. Outro fator importante é que o tempo do acordo seria de apenas alguns meses, valendo somente até o final desta temporada.

Sem o dinheiro do patrocínio máster por cinco meses, o clube sofreu para manter as contas pagas. O banco estatal tinha interesse em patrocinar o time até dezembro deste ano, mas o alvinegro queria um período maior, até o mês de dezembro de 2018.

Ajuda financeira

A Cia do Terno é uma empresa que tem mais de 100 lojas espalhadas em todo o Brasil e trabalha no ramo da moda masculina. Com um possível novo acordo, o clube terá um alívio nas suas contas até o final da temporada e não perderá uma grande oportunidade, já que, como o alvinegro lidera o #Brasileirão, o espaço se valoriza e, assim, é possível cobrar um preço mais alto por ele.

Com a grande possibilidade de disputar a Libertadores em 2018, será um grande chamariz para atrair novos patrocinadores e aumentar os ganhos, melhorando a parte financeira do clube, um dos pontos fracos do Timão nos últimos anos.

O departamento de marketing do Timão já tinha sinalizado, há algumas semanas, que um acordo estava próximo, mas caso a Cia do Terno assuma a posição, a notícia deve surpreender, já que ninguém esperava que a empresa especializada em moda masculina o fizesse.

O acordo com a Caixa Econômica começou em 2012, quando o clube viveu o seu melhor ano da história – incluindo a conquista dos títulos mais importantes – e aumentou, consideravelmente, os ganhos ao longo das temporadas seguintes. Com a necessidade de contratar vários reforços para 2018, o dinheiro é uma parte fundamental, já que, com a Libertadores, necessita de um grupo com vários jogadores à disposição para fazer bonito na competição continental e, quem sabe, conquistar o bi da América. #Paulistão