Não vai. O Barcelona até que tentou, mas o Liverpool não mudou de ideia e Felipe Coutinho [VIDEO]não irá jogar no clube catalão. Triste para os fãs do Barcelona e também para os vascaínos. O jogador, que é visto como um dos melhores atletas do mundo no momento, foi formado nas categorias de base do clube carioca.

Por conta do mecanismo da Fifa (Federação Internacional de Futebol), o Gigante da Colina teria direito a 2,5% do valor que seria pago pelo clube espanhol para contratar o brasileiro. Loucos para contar com o atleta, o Barça teria oferecido cerca de R$ 600 milhões para contratar o jovem da base vascaína, mesmo assim, com esse valor, o negócio [VIDEO]não se concretizou e ele deve permanecer na Inglaterra.

Se a negociação se concretizasse, o Vasco iria receber R$ 15 milhões nos próximos dias, dinheiro que poderia ser usado de diversas maneiras diferentes para dar uma melhorada na parte financeira do Cruzmaltino.

Os valores oferecidos pelo Barcelona parecem que não tiveram nenhum efeito. Isso porque, para o Liverpool, o camisa 10 é peça fundamental para a conquista de títulos importantes na temporada e, por conta disso, não seria vendido, não importam as propostas que fossem oferecidos.

Coutinho é hoje o segundo melhor jogador brasileiro, atrás somente de Neymar. O atleta vem crescendo de rendimento no clube inglês e via a oportunidade de jogar no Barcelona como um sonho a ser realizado.

O Vasco vendeu recentemente o jovem Douglas ao Manchester City. Os valores pagos pelo clube inglês chegam a R$ 45 milhões, que serão úteis para fazer contratações e manter todas as contas em dias.

A tendência para os próximos anos é o aumento no investimento por parte dos clubes europeus em atletas jovens do futebol brasileiro. O Vasco sabe disso e tem na sua base uma boa safra de atletas, que devem dar muito resultado dentro dos gramados e quem sabe, se forem negociados, darão uma ótima quantia financeira aos cofres do clube carioca.

Coutinho começou a sua carreira como jogador profissional em 2009 pelo Vasco. O jovem atleta logo chamou a atenção do Inter de Milão, que o contratou, mas ele acabou sendo emprestado e não vingou no futebol italiano. Foi contratado em 2013 para jogar no Liverpool como um grande aposta. Deu resultado, virou ídolo e é hoje o dono do time, idolatrado pelo torcedor, é visto como a maior esperança de títulos para a atual temporada.

Agora é esperar que essa longa novela não tenha tirado o seu foco e se mantenha em alta.