O técnico Tite [VIDEO] anunciou nesta sexta-feira (15) a sua nova convocação para as partidas das Eliminatórias para a Copa do Mundo contra a Bolívia (5 de outubro) e Chile (10 de outubro). Foram 24 convocados ao todo. Quatro jogadores foram chamados pela primeira vez com o treinador: o lateral-direito do Manchester City, Danilo; os meias Fred, do Shakhtar Donetsk, e Arthur, do Grêmio; e o atacante Diego Tardelli, do Shandong Luneng. Em relação à última lista, o zagueiro Jemerson e o meia Diego Ribas, do Flamengo, também terão nova oportunidade. A falta mais sentida foi a do goleiro Vanderlei [VIDEO], do Santos, grande destaque do Campeonato Brasileiro.

Antes da convocação, o treinador da Seleção informou quais são os seus critérios para essa lista. "O critério da convocação não atende o momento do atleta no clube, mas critérios mais como histórico dentro do clube e seleção. O momento de clube e o que viveu e vive na seleção e projeção na Copa a partir do momento que nos classificamos", afirmou #Tite. Ele também explicou o fato de ter chamado 24 jogadores, um a mais que o normal. "Temos 11 meses para iniciar a Copa do Mundo. É importante compreender a convocação mais abrangente. Serão 24 atletas", completou.

O lateral-direito Fágner, do Corinthians; o zagueiro Rodrigo Caio, do São Paulo; e os meias-atacantes Luan, do Grêmio, e Taison, do Shakhtar Donetsk; que haviam sido convocados na relação anterior, ficaram de fora dessa vez.

Entre eles, Fágner e Giuliano nunca haviam ficado de fora desde que o técnico Tite assumiu o comando da Seleção.

As maiores surpresas ficaram por conta da volta de Diego Ribas, da convocação de Diego Tardelli e da não convocação do goleiro Vanderlei. Sobre o Diego do Flamengo, Tite admitiu que o jogador não vive a melhor fase no Flamengo, mas recordou que o meia atuou bem quando foi chamado pela Seleção. Sobre o atacante Tardelli, o treinador destacou o fato do jogador ter ótimos números no futebol chinês. "Nos últimos quatro meses, foram 11 gols em 13 jogos", alegou Tite.

O coordenador de seleções, Edu Gaspar, falou sobre as possíveis suspensões que podem ocorrer. Segundo ele, o atleta que receber o cartão vermelho na última partida, contra o Chile, estará fora da primeira partida da Copa. Já quem acumular o segundo cartão amarelo, poderá jogar.

A #Seleção Brasileira já garantiu a vaga para a Copa do Mundo de 2018, tendo vencido as Eliminatórias de forma antecipada, não podendo mais ser alcançado pelos rivais.

Confira os convocados por Tite para as últimas partidas das Eliminatórias

#Futebol Internacional