O Departamento Médico do Palmeiras ganhou mais um [VIDEO]lesionado após o treino desta terça-feira (5), na Academia de Futebol. Porém isso não significa desfalque para o técnico Cuca, uma vez que foi o próprio treinador quem acabou se machucando ao participar das atividades com os demais atletas.

Cuca executava trabalhos táticos com os jogadores e participava ativamente do treino, quando sentiu uma fisgada na panturrilha esquerda e precisou de atendimento médico. Depois do fim do treino, ele deixou o campo mancando e com gelo no local.

É comum o treinador participar diretamente de atividades. Na semana passada, fazia cruzamentos para os atacantes durante trabalho de finalização.

Toda sexta ele participa de um futebol society junto com outros funcionários do clube.

Breve conversa com Felipe Melo

Felipe Melo apareceu pelo segundo dia consecutivo para treinar junto com os demais atletas do elenco palmeirense. O que chamou a atenção foi um rápido diálogo que o volante teve com o treinador palmeirense enquanto se dirigia para a caixa de areia, onde faria trabalhos físicos com o preparador Thiago Maldonado.

Mesmo tendo voltando a treinar com o grupo, a polêmica ainda está longe de acabar. Em entrevista coletiva ainda na segunda-feira (4), o jogador negou que tivesse pedido perdão ao treinador, porém mais tarde usou as redes sociais para se retratar e dizer que recentemente havia se desculpado em uma conversa particular.

Apesar de estar participando das atividades junto com os principais jogadores do time, sua volta aos jogos ainda é incerta.

A reintegração foi mais para que o clube se resguardasse judicialmente, uma vez que o jogador poderia ir à Justiça alegando que estava sendo vítima de assédio moral.

Felipe Melo havia sido afastado logo após a eliminação do Palmeiras na Copa do Brasil para o Cruzeiro. De vencedor da queda de braço, Cuca viu sua situação ficar instável após a eliminação do time na Copa Libertadores da América, situação que se agravou após a derrota em casa para a Chapecoense. A vitória por 4 a 2 no clássico contra o São Paulo deu uma amenizada na situação, que culminou na reintegração do volante nesta segunda-feira.

Em quarto lugar na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro com 36 pontos em 22 jogos disputados, o Palmeiras volta a campo no próximo sábado (9), quando encara o Atlético Mineiro, no estádio Independência, em Belo Horizonte.