O Palmeiras [VIDEO] venceu o Coritiba por 1 a 0 e subiu na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Muito mais do que alcançar a quinta colocação, o time do técnico Cuca comemorou a paz para treinar bem e encarar o Fluminense.

Nas últimas três rodadas, o Alviverde não perdeu. Goleou o São Paulo por 4 a 2, empatou com o Atlético Mineiro fora de casa em 1 a 1 e venceu o Coritiba. De nove pontos, sete foram conquistados. Uma média muito boa para tentar alcançar a liderança.

Por falar em liderança, nos últimos três jogos, por exemplo, o Corinthians venceu apenas um e perdeu dois. Ou seja, de nove pontos, ganhou apenas três.

Com muitas rodadas para terminar a competição, o Alviverde ainda aposta em buscar o bicampeonato.

Cuca tem tentado acertar o time. Promoveu a volta de Mayke na lateral e colocou Jean no meio. Egídio [VIDEO] voltou para a lateral esquerda, mas perdeu Michel Bastos. O jogador foi diagnosticado com doença de pele e não tem data para voltar.

Deyverson titular e batedor de pênalti?

O recém-chegado Deyverson tem tomado a vaga de Borja no ataque. E com razão. Mais voluntarioso e inserido no esquema do treinador palmeirense, o atleta ex-Levante, da Espanha, tem levado a melhor e mostrado resultado.

Contra o Barcelona-EQU pela Copa Libertadores, em casa, o atacante conversou com Cuca e decidiu não bater pênalti. Egídio foi, bateu e o Verdão foi eliminado. O jogador explicou que não estava 'confortável' para bater e também apontou um incômodo na coxa.

Já pelo Brasileiro, contra o Galo, Deyverson bateu de novo e perdeu. Parte da torcida criticou a forma como ele bateu nas redes sociais. Questionado se bateria de novo, Deyverson disse que 'bateria sim e que fará de tudo para ser o cobrador oficial'.

Será que a torcida vai apoiar? Cuca não definiu exatamente quem é o batedor oficial de pênaltis. Na semana passada, o meia Moisés disse que está pronto para assumir tal posição se assim o treinador optar. Quem será que leva a melhor?

75 anos da Arrancada Heroica

A 75 anos atrás, o #Palmeiras enfrentava o São Paulo no Pacaembu. Foi a primeira partida com o nome de Palmeiras. Minutos antes do apito inicial, o clube ainda se chamava Palestra Itália.

Pressionado na época por não ser um clube formado por brasileiros, o Palmeiras foi forçado a mudar de nome e fez isso como um marco em sua história. Para comemorar o aniversário dessa data tão especial, o Verdão inaugurou uma passarela com o nome do ato anos atrás. #Futebol #Brasileirão