Torcedores gremistas, nas redes sociais, colocavam como obrigação uma vitória do Grêmio em cima do Vasco nesse sábado. Mas, o Gigante da Colina foi melhor, venceu a partida por 1 a 0 e diminuiu as chances do clube gaúcho em alcançar o Corinthians, que atualmente lidera o campeonato com uma grande folga. O jogo ruim dos gremistas irritou o seu treinador, Renato Gaúcho, que deixou claro na entrevista coletiva a sua insatisfação com a atuação dos seus atletas.

De acordo com o UOL Esporte, o treinador não gostou do jeito que o time estava atuando, passivo em relação ao estilo de jogo vascaíno, que foi claramente mais recuado.

Ele teria pedido para os integrantes da delegação deixassem o vestiário durante o intervalo, assim ele poderia aumenta o tom com os jogadores.

A bronca [VIDEO]parece ter dado resultado, o Tricolor fez uma atuação melhor na segunda etapa, mesmo assim, não conseguiu furar a defesa vascaína e acabou perdendo o jogo, abrindo a possibilidade do Corinthians aumentar ainda mais a distância na liderança.

''Se a gente tomar outro gol vocês vão ver o que é bom para a tosse'', tinha gritado o treinador. Sem o torcedor vascaíno, qualquer bronca é facilmente entendida por quem está perto.

''Temos que jogar de maneira diferente em relação a partida de hoje (sábado). Não devemos entrar moles... Digo novamente, moles. De jeito algum devemos atuar novamente assim. Pode ter certeza que não iremos jogar assim'', disse o treinador do time gaúcho.

O resultado aumentou ainda mais a pressão pelo time gaúcho, que há pouco tempo deu adeus a Copa do Brasil após ser eliminado pelo Cruzeiro e agora vê a possibilidade do título brasileiro ainda mais distante da realidade.

O Vasco [VIDEO]mostrou um novo espírito e soube compreender os seus pontos fracos. O Cruz-Maltino é gigante, mas os números não mentem, a terceira pior defesa do campeonato não poderia sair pra cima de qualquer forma e correndo o risco do contra-ataque. Esse foi o segundo jogo seguido sem tomar gols, além disso, as duas vitórias fez com que o time fique bem longe, distante e tranquilo em relação ao rebaixamento.

Agora é pensar na Libertadores. Com uma pontuação boa, os outros times estão focados em competições diferentes e podem abrir a possibilidade do Gigante da Colina encostar ainda mais na parte de cima.

O próximo confronto é justamente contra o líder do campeonato. O Corinthians vai jogar no meio de semana pela Copa Sul-Americana, por isso pode sofrer com a parte física.