O Botafogo vem se acostumando a ter grandes jogadores no gol. Desde 2009 no Botafogo, Jefferson se tornou um dos ídolos do clube carioca, mas hoje está no banco de reservas. Para deixar Jefferson [VIDEO] no banco, tem que ser muito bom goleiro. Por conta das ótimas defesas de Gatito Fernandez na Copa do Brasil, o atleta botafoguense concorre para ser o melhor goleiro da competição.

A votação é pela internet e por isso a torcida botafoguense deve dar uma força para valorizar os seus atletas e fazer com que o paraguaio ganhe ainda mais moral no gol botafoguense. Você pode entrar na página do Facebook da Copa do Brasil [VIDEO]e realizar a votação com somente um clique.

Gatito já deixou a competição, após ser eliminado pelo Flamengo na semifinal da competição nacional. Com o bom Futebol, muito dificilmente ele perderá espaço nos próximos meses e deve continuar sendo o goleiro titular. Fazendo ótimas defesas, ele vem sendo sondado por outras equipes, uma delas é o Palmeiras, que pode oferecer um pacote de jogadores ao clube para tentar contratá-lo em 2018.

O paraguaio vem em uma fase tão boa que está sempre nas enquetes para indicar o melhor goleiro da temporada atuando no Brasil. Jogadores como Cássio, do Corinthians, Vanderlei, do Santos, e Gatito são apontados como os melhores goleiros atuando em terras tupiniquins em 2017.

Ótimo pegador de pênaltis e esperança para a Libertadores

Gatito é visto como peça importante para a sequência da competição internacional.

O Botafogo se prepara para o confronto contra o Grêmio, que acontece na próxima semana, e sabe que pode contar com Gatito em diversos momentos. Com grandes defesas, sempre tira bolas complicadas, e caso o jogo vá para as penalidades, é um ótimo pegador de pênaltis.

O seu vínculo com o alvinegro é válido até 2018. Mesmo estando longe do final, vários torcedores pedem a diretoria que já busque a sua renovação para garantir a sua permanência no Nilton Santos por muito mais tempo. Em junho de 2018, caso haja interesse de outras equipes, ele já pode assinar um pré-contrato e sair de graça no final do vínculo.

Após se destacar no Vitória e logo em seguida no Figueirense, o goleiro já está acostumado com o futebol brasileiro e foi uma grande aposta botafoguense no início do ano. Após a saída de Sidão para o São Paulo e Jefferson estando machucado, o clube foi atrás e o trouxe. Ele logo se adaptou, salvou o time ainda na pré-Libertadores e caiu rapidamente nas graças da torcida botafoguense.