O #Palmeiras [VIDEO] recebeu na noite desta segunda-feria, 30, o #Cruzeiro [VIDEO] em casa por partida válida pela 31ª rodada do #Campeonato Brasileiro. Com o estádio Allianz Parque cheio, o clube decepcionou a torcida.

O time de Alberto Valentim começou jogando com: Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Tchê Tchê, Jean e Moisés; Keno, Miguel Borja e Dudu. Já a equipe de Mano Menezes começou com Fábio; Ezequiel, Manoel, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique e Lucas Romero; Rafinha, De Arrascaeta e Thiago Neves; Rafael Marques.

O #Cruzeiro saiu na frente logo no início do jogo, aos seis minutos, com um gol contra de Juninho: Diogo Barbosa recebeu o lançamento, cruzou para área e Juninho, ao tentar cortar a bola, jogou para dentro da meta palmeirense.

A torcida fez o seu papel e gritou ainda mais forte para apoiar o time.

O #Palmeiras vinha jogando pressionando a equipe do Cruzeiro com seus meios campos e até Dudu, Keno e Borja pressionando a saída de bola. Até que Egídio recebeu um passe de Moisés na linha de fundo e cruzou para a área. Dudu tentou o chute, Fábio defendeu e soltou a bola nos pés de Borja que marcou empatando a partida aos 35 minutos do primeiro tempo.

A primeira polêmica do jogo veio logo depois: escanteio cobrado e #Heber Roberto Lopes, árbitro, viu falta na disputa de Borja em Manoel para reclamações dos jogadores e, principalmente, dos torcedores presentes no Allianz Parque. O Palmeiras ainda reclamou de um pênalti que não foi marcado em cima de Keno, ainda na primeira etapa.

O mandante do jogo voltou no segundo tempo da mesma forma, pressionando o Cruzeiro e obrigando Fábio a fazer boas defesas.

Até o momento o empate não era interessante ao clube, pois a distância entre o Corinthians era de 5 pontos.

Mas num contra-ataque veloz, aos 19 minutos, o ex-jogador do Palmeiras, Robinho, que entrou no lugar de outro ex-atleta da equipe Rafael Marques, recebeu a bola pelo direita e esperou Fernando Prass cair e chutou por cima do goleiro para empatar o jogo e deixar os mais de 37 mil torcedores desanimados.

O Palmeiras caiu um pouco de rendimento e o Cruzeiro começou a gostar mais do jogo e assumiu o controle. E o verdão continuou apertando. As substituições do Cruzeiro foram: Digão, no lugar de Murilo; Lucas Silva no lugar de De Arrascaeta e Robinho no lugar de Rafael Marques. Já pelo Palmeiras, Luan entrou no lugar de Edu Dracena; Róger Guedes no lugar de Jean e Deyverson no lugar de Keno.

O jogo ia chegando ao seu final e Fábio vinha sendo o grande nome do jogo fazendo ótimas defesas. Até que aos 40 minutos da segunda etapa, Dudu cruza para a área e Borja recebe, domina e manda pro fundo do gol.

Jogo empatado e o Palmeiras ganhou fôlego e continuou pressionando, mas parou nas ótimas defesas de Fábio. Fim de jogo.

Com o empate o Palmeiras fica a cinco pontos do Corinthians. E no domingo, 05 de Novembro, se enfrentam num clássico eletrizante na arena Corinthians em Itaquera.

Já o Cruzeiro tem 48 pontos e aparece na quinta colocação a três pontos do Grêmio. #Brasileirão