O Corinthians foi até o Estádio Nilton Santos, o Engenhão, enfrentar o Botafogo e o clima esquentou depois da partida. O Timão perdeu por 2 a 1 e reclamou de um lance em que Jô foi derrubado dentro da área no final do jogo [VIDEO].

Após o final apito final, jogadores do Corinthians foram para cima do árbitro Rodrigo Batista Raposo, discutiram com jogadores do Botafogo e na confusão o atacante clayson, de 1,66 metro de altura, teria agredido dois policiais.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Polícia

Na confusão, o camisa 25 se exaltou com dois policiais – à paisana – que fazem a segurança da equipe de arbitragem assim que a partida é encerrada. Vídeo do UOL mostra Clayson abaixando a mão de um dos policiais.

Diante do ocorrido, o jogador do time paulista foi direcionado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim), no Engenhão, para dar explicações sobre a situação ocorrida no gramado do estádio carioca.

“Eu não sabia quem era, achei que era alguém do quadro de arbitragem. Só coloquei a mão nele, abaixei a mão dele", afirmou Clayson, depois de ter sido ouvido no Jecrim. O jogador deixou o estádio junto com a delegação corintiana.

Destaque

Na internet, corintianos brincaram com a situação [VIDEO]. Eles preferiam que Rodriguinho, Romero ou Kazim fossem ao Jecrim, numa clara alusão ao fraco futebol apresentado por três jogadores.

Clayson, por outro lado, vive boa fase. Foi dele o gol de empate no clássico contra o São Paulo, no Morumbi, semanas atrás. Hoje, o atacante é o talismã da equipe e a torcida vê as suas atuações com bons olhos.

Polícia

Há exatos um ano, no dia 23 de outubro de 2016, a Polícia Militar do Rio de Janeiro deteve 70 torcedores do Corinthians após o empate por 2 a 2 contra o Flamengo, no Estádio do Maracanã.

Durante a partida, torcedores do Timão se envolveram em confusão na arquibancada durante a partida. Após o jogo, a PM carioca obrigou boa parte da torcida corintiana aguardar, sem camisa, análise das imagens.

No final das contas, cerca de 70 homens foram encaminhados à delegacia da Cidade da Polícia, zona norte do Rio de Janeiro. A identificação policial se deu por meio das tatuagens e outras marcas nos corpos dos homens que se envolveram na briga.

Corinthians

O resultado negativo diante do Botafogo, no Rio de Janeiro, fez com que a diferença do Timão para o segundo colocado, Palmeiras, caísse para apenas seis pontos. É a menor distância do líder para o segundo colocado depois de muitas rodadas. As duas equipes tem um encontro marcado daqui a duas rodadas e a partida deve ser praticamente uma final antecipada do Campeonato Brasileiro.