O Corinthians segue na liderança do Campeonato Brasileiro, com 55 pontos, contra 47 pontos do Santos, que vem logo atrás na tabela, vindo em toda sua primeira rodada do torneio uma fase extraordinária sem perder uma partida, invicto. O time se prepara para mais um confronto pela 27ª da segunda rodada do Brasileirão. O confronto será na Arena Corinthians, em São Paulo, na próxima quarta-feira, às 21h (de Brasília), contra o Coritiba.

O último [VIDEO] jogo entre as duas equipe aconteceu no Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR), no dia 18 de junho, no primeiro turno do campeonato, e ficou no 0 a 0. Com o terceiro cartão amarelo, o jogador do Corinthians Fagner fala sobre o positivismo do clube diante das cobranças de manter a boa campanha e voltar a ganhar As partidas.

Ele disse que as cobranças de jogar bem em todas as partidas foram os jogadores que criaram e eles têm que absorver essas cobranças deles próprios. O importante mesmo é levantar a taça, diz o jogador.

O atleta afirmou que todos têm que entra em campo bem para somar bons resultados; Para ele, futebol é resultado positivo. Não indo para o campo treinar nesta sexta-feira (6), ele está suspenso pelo terceiro cartão amarelo e não vai disputar o próximo jogo contra o Coritiba.

O técnico da equipe, Fábio Carille, ressaltou nesta sexta-feira que o Alvinegro irá a campo como já vinha entrado. No mesmo esquema usado no treino de quarta-feira (6), Léo Príncipe, Camacho e Marquinhos Gabriel entraram nos lugares de Fagner, Gabriel e Romero, que não jogarão contra o Coritiba por estarem suspensos.

No treino de sexta, quem não permanecera foram Paulo Roberto e Jô.

Os melhores vídeos do dia

O volante não entra em campo por conta de dores na coxa direita, e o atacante sofreu uma contratura na panturrilha esquerda. Também o zagueiro Léo Santos não pode jogar. Se recuperando de pubalgia, apenas se aqueceu no gramado.

Trata-se [VIDEO] de mais desfalques; Fagner e Danilo ficaram na academia. Também outros jogadores não vão estar na partida por outros motivos. Cássio, Balbuena e Romero estão em jogo de decisões de suas seleções, e Vilson ainda está sendo monitorado por passar por cirurgia no joelho esquerdo.

Neste caso, com estes desfalques, o treino foi mantido sem goleiros, jogando nove contra nove. Os jogadores titulares que fizeram parte foram: Léo Príncipe, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Camacho e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel. Kazim ficou no treino com a equipe reserva, mas certamente estará no jogo no lugar de Jô. Caso não podendo entrar em campo, ficará juntos aos reservas para formar o número de jogadores.