O Corinthians/Audax foi campeão invicto da Copa Liberadores feminina, em Assunção, no Paraguai, após vencer nas cobranças de pênaltis a equipe chilena do Colo-Colo. O jogo aconteceu no Estádio Arsenio Enrico, campo do Nacional, nesse sábado (21),

Durante a decisão, o time brasileiro demonstrou superioridade em números de chances criadas. Foram inúmeras situações claras de gol, mas nenhuma foi aproveitada. Em alguns momentos, o Colo-Colo também chegou com perigo à meta corintiana, mas não conseguiu abrir o placar do jogo.

Aos 7 minutos do 1° tempo, a primeira oportunidade foi do time do Parque São Jorge. Aconteceu com Raquel, que recebeu um cruzamento e pegou livre a bola dentro da pequena área, mas chutou à direita do gol próximo à trave.

A resposta do Colo- Colo foi aos 19 minutos com um chute de Karen, que obrigou a goleira do Corinthians, Lelê, a se esforçar para fazer a defesa. A bola bateu no travessão e depois a arqueira conseguiu encaixá-la junto ao peito para repor em jogo.

O Corinthians continuou atacando e criando outros lances de perigo, mas a goleira Carolina Araújo teve uma ótima atuação, evitando possibilidades claras do time brasileiro, inclusive frente a frente com as jogadoras rivais por duas oportunidades. A jogadora Raquel foi expulsa na segunda etapa e deixou o Alvinegro com um a menos.

Nas penalidades, o Corinthians começou batendo e errando com Cacau. O Colo- Colo converteu suas cobranças até que Claudia Soto chutasse e Lelê agarrasse, em seu canto esquerdo, uma bola fraca e rasteira na quarta cobrança das chilenas.

Com as cobranças alternadas, as brasileiras erraram uma e as chilenas duas, e Lelê pode defender outra penalidade, que encerraria a série, pois a goleira adversária havia pegado uma também. Na sequência, o Corinthians se sagrou campeão após balançar as redes com Ana Vitória e ver o Colo-Colo perder sua última chance.

Dia 21 de outubro de 2017 passou a ser uma data memorável para a torcida corintiana. O time ganhador da América neste ano chegou à final sem perder nenhum jogo em sua campanha, enfrentou o Deportivo Limpeño, Deportivo Ita, Santa Fé, Cerro Porteño e Colo-Colo, vencendo quatro partidas e empatando a última sem gols, mas conquistando o troféu ao término do campeonato.

É a sétima vez que um time nacional ganha a Libertadores disputada por mulheres. O São José venceu três vezes, o Santos duas e a Ferroviária uma. A primeira edição do campeonato foi em 2009.

Através do canal TV Corinthians [VIDEO], Cássio e Danilo, jogadores do Timão, elogiaram o feito das mulheres e relembraram a trajetória de 2012 da Copa Libertadores, também de maneira invicta, conquistada pelo clube. Fábio Carille, técnico do plantel masculino, parabenizou as campeãs da América pelo título.