Na tarde desta segunda-feira, dia 23, ocorreu em Londres a premiação The Best da FIFA, para os melhores do ano (2017). Os melhores jogadores, o melhor treinador, a melhor jogadora e a melhor treinadora foram escolhidos a partir de votações feitas pela FIFA, na internet (no seu site oficial) e alguns convidados que a entidade selecionou para ajudar na escolha dos premiados.

Alguns jogadores brasileiros, como o atacante Neymar e o lateral Marcelo, estavam concorrendo pela premiação em diferentes categorias.

Este evento já foi marcado em algumas edições por uma atração muito inusitada: a roupa que os atletas foram ao evento receber suas premiações. Em 2015, quando o argentino Lionel Messi foi eleito o melhor jogador do mundo, ele usou um terno de bolinhas que dividiu opiniões, pois uns diziam que era feio e outros que era muita elegância. Na edição desse ano, quem chamou a atenção foi o lateral brasileiro Daniel Alves, que usou um terno cheio de pedras na gola, nas aberturas e nas mangas.

Muitos o compararam com o personagem Dominic Toretto, do filme Velozes e Furiosos, que é interpretado pelo renomado ator Vin Diesel.

A apresentação do evento ficou por conta de ex-jogadores: o brasileiro campeão e artilheiro da Copa do Mundo de 2002, Ronaldo Fenômeno e o argentino Diego Armando Maradona, campeão do mundo em 1986, com o polêmico gol de mão.

Confira a lista de premiados

Melhores torcedores: a torcida do Celtic conquistou o prêmio após fazer um belo mosaico lembrando uma das conquistas do clube.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

Melhor treinador: o prêmio foi para o francês Zinedine Zidane, o “Zizu”, treinador do Real Madrid.

Melhor treinadora: entre as mulheres, a melhor treinadora foi Sarina Wiegman, a holandesa que conquistou a Copa do Mundo com a “laranja mecânica".

Prêmio Fair Play: o prêmio Fair Play é dado ao jogador que tenha feito um ato que vá além da disputa da partida, sempre pensando no bem comum. E dessa vez o gesto foi muito forte e comovente.

O costa-marfinês Francis Koné, jogador do Slovako, da liga tcheca, salvou a vida do goleiro do time adversário.

Melhor goleiro: na categoria de melhor goleiro disputavam o costarriquenho Keylor Navas, do Real Madrid, o alemão Manuel Neuer, do Bayer de Munique e o italiano Gianluigi Buffon, da Juventus. O prêmio ficou com Buffon.

Melhor jogadora: concorriam pelo tão sonhado prêmio de melhor jogadora do mundo, a americana sempre favorita Carli Lloyd, a holandesa Lieke Martens, jogadora do Barcelona e a venezuelana Deyna Castellanos, jogadora do Santa Clara.

A holandesa foi a vitoriosa.

Melhor jogador: o prêmio mais esperado por todos era o de melhor jogador do mundo masculino ou a “Bola de Ouro da FIFA”. Concorriam pelo prêmio o português favorito e atual campeão Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, o argentino Lionel Messi, do Barcelona e o brasileiro Neymar Júnior, do Paris Saint Germain. O favoritismo se confirmou e Cristiano conquistou novamente o prêmio de melhor jogador do Mundo.

Seleção da FIFA

Goleiro: Buffon (Juventus);

Zagueiros: Sergio Ramos (Real Madrid), Leonardo Bonucci (Milan);

Laterais: Dani Alves (Paris Saint Germain) e Marcelo (Real Madrid);

Meio-campistas: Lucas Modric (Real Madrid), Tony Kroos (Real Madrid) e Andrés Iniesta (Barcelona);

Atacantes: Lionel Messi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Real Madrid) e Neymar Júnior (Paris Saint Germain).

Prêmio Puskas

O prêmio Puskas é dado ao jogador que fez o gol mais bonito do ano. Quem levou foi o francês Oliver Giroud, do Arsenal. O gol que concorreu e deu o prêmio foi o que o jogador marcou contra o Cristal Palace.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo