Quando parecia que os problemas de #Neymar em Paris estavam terminando, a imprensa está noticiando mais um problema para o brasileiro, de 25 anos. O astro do #PSG continua com vida difícil em Paris, mesmo após ter feitos as pazes com Edinson Cavani. Os dois parecem que estão finalmente se entendendo, e Neymar voltou a fazer mais uma partida sensacional, na vitória do PSG, por 6 a 2, contra o Bordéus. Agora, o problema é Di Maria, que se posicionou do lado de Cavani.

Após a briga que todo o mundo viu, Neymar ficou sem jogar uma partida. O técnico Unai Emery não chamou o brasileiro para o jogo da rodada anterior, em Montpellier, partida que não saiu do 0 a 0.

Talvez por isso o PSG entendeu que essa não foi a melhor solução e o treinador espanhol teve que se pronunciar, dizendo que ele mesmo havia decidido quem iria bater as faltas do time. No jogo contra o Bordéus, Neymar bateu o pênalti e também uma falta, que converteu em golaço.

No momento de converter o pênalti, Cavani nem se aproximou e foi Neymar quem pegou a bola. No final, os dois se abraçaram, mas o uruguaio não parecia tão feliz assim. Das bancadas, os torcedores gritavam o nome de Cavani, deixando a mensagem de que preferiam o uruguaio do que o brasileiro.

Agora é Neymar contra Di Maria

Nada como uma briga Brasil e Argentina para aquecer o ambiente.

Os melhores vídeos do dia

O problema aí pode nem ser da nacionalidade, mas, sim, que Di María se colocou do lado de Cavani. O argentino, ex-Real Madrid, estaria muito irritado com todo esse vedetismo de Neymar. Em comum, eles têm o grande amigo Lionel Messi, mas nem isso os aproxima um pouco. Di María até foi um dos nomes apontados para substituir Neymar no Barcelona, [VIDEO] um negócio que não acabou se concretizando.

"A guerra entre Neymar e Cavani pela liderança de figuras no PSG se fechou em falso, com a goleada da equipe de Emery sobre o Bayern, mas no vestiário as diferenças são muito pronunciadas entre vários jogadores. E o posicionamento de Di María é, indubitavelmente, a favor de Cavani", dizem fontes próximas do time.

Porém, o jogador argentino não teria agora tarefa fácil no PSG, até porque Neymar está ganhando muita importância na equipe. Ele já é o líder e tem quase todo o plantel do seu lado, especialmente após a chegada de Mbappé, o jovem francês que está completamente ao lado de Neymar e muito feliz com essa parceria.

Começa a sobrar pouco espaço para Di María no time e pode piorar mais ainda com essa má relação com Neymar. O argentino seria até um dos jogadores colocados no mercado e que pode sair brevemente do clube. O PSG quer vender, até pela questão do rigor financeiro que a Uefa manda cumprir, e Fideo pode estar na porta de saída. Enquanto continuar na equipe, parece que ele vai continuar deixando dura a vida de Neymar e os dois vão continuar brigados. #Futebol