No final da tarde desta terça, foi divulgada nova parcial de ingressos vendidos para mais um Fla-Flu. Por enquanto, mais de 20 mil bilhetes já foram adquiridos pelos torcedores das duas equipes que, na quarta, às 21h45 (de Brasília), no Maracanã, disputam o jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana.

No dia do jogo, haverá comercialização das entradas apenas nas sedes das duas agremiações (Gávea e Laranjeiras, respectivamente, das 10 às 14h [de Brasília]) e nas bilheterias do Maracanã, que também abrem a partir das 10h (de Brasília) e fecham após o fim do primeiro tempo do clássico.

Ainda há ingressos para todos os setores.

Eles custam R$ 70 nos Setores Norte e Sul, R$ 100 no Leste Superior, R$ 120 no Leste Inferior e R$ 245 no Maracanã Mais. Mandante do duelo, o Flu espera um púbico entre 40 mil a 50 mil presentes.

Vindo de derrota de 2 a 0 para o São Paulo, no Pacaembu, o Flamengo não contará com um de seus principais jogadores. Reclamando de dores na coxa direita, o centroavante Paolo Guerrero será substituído por Lucas Paquetá. Para piorar, o companheiro de ataque do peruano, o colombiano Orlando Berrío, sofreu uma grave lesão no joelho e só retornará aos gramados no ano que vem. Em contrapartida, a revelação Vinícius Júnior, depois de um longo período entregue ao departamento médico, estará novamente à disposição.

Enquanto isso, o Fluminense, que também vêm de um revés de 2 a 0, para a Chapecoense, na Arena Condá, contará com os retornos de Renato Chaves, Henrique, Sornoza, Orejuela, Wellington Silva e Henrique Dourado.

No entanto, Douglas, que voltou a sentir um problema articular, desfalcará a equipe dirigida por Abel Braga, assim como Gum, que, por conta do regulamento, não pode ser inscrito na Sul-Americana.

As escalações só serão divulgadas momentos antes do início da partida. A tendência é que Reinaldo Rueda escale o Flamengo com Diego Alves, Pará, Réver, Juan e Trauco; Cuéllar, William Arão e Diego; Éverton Ribeiro, Lucas Paquetá e Éverton. Já o Fluminense deverá ter Diego Cavalieri, Lucas; Renato Chaves, Reginaldo e Marlon; Richard, Orejuela e Junior Sornoza; Gustavo Scarpa, Henrique Dourado e Marcos Júnior.

Pela segunda vez na história, os rivais se enfrentam na Copa Sul-Americana. Em 2009, ainda pela primeira fase, o Fluminense, depois de um empate sem gols, acabou ficando com a vaga após segurar o 1 a 1 na volta. Naquela ocasião, o Tricolor acabou chegando à final, mas amargou um vice para a LDU de Quito, do Equador.