O Grêmio venceu o Barcelona por 3 a 0 no primeiro jogo semifinal da Copa Libertadores [VIDEO]. Luan, artilheiro da equipe na competição, marcou dois gols e Edílson fez um de falta. A partida ocorreu às 21h45min no Estádio Monumental de Guayaquil, no Equador.

Durante a disputa por uma vaga na final, o que se viu foi o time da casa tentando partir para cima nos primeiros minutos e pressionar os brasileiros, porém sem levar perigo à meta gremista, mas no segundo ataque que sofreu aos 7 minutos, a rede balançou.

A jogada feita por Bruno Cortez pela lateral esquerda foi importante para que Luan pudesse receber livre dentro da área em condições de marcar.

O chute do atacante desviou no zagueiro do time equatoriano antes de entrar. O segundo gol aconteceu depois da cobrança de uma falta de Edílson, lateral direito, ele bateu forte e a bola passou do lado da barreira entrando no canto direito do goleiro Banguera.

Até o primeiro tempo chegar ao fim, o Barcelona continuou com maior posse de bola, insistiu nos cruzamentos na área procurando seus atacantes para finalizar, mas não conseguiu criar uma chance clara de gol. Aos 47 min, o árbitro argentino Néstor Pitana apitou e apontando para o centro do campo.

Na etapa complementar, a estratégia agressiva se repetiu no início. Antes de recomeçar o jogo, o Técnico Guillermo Almada mexeu no time e fez duas substituições com a intenção de colocá-lo para frente e pressionar o tricolor gaúcho. Saíram dois jogadores de meio-campo e entraram dois atacantes: Washington Vera por Marcos Caicedo e Esterilla por José Ayovi.

Os melhores vídeos do dia

Com 1 min, quase a postura ofensiva surtiu resultado. Marcos Caicedo cruzou da esquerda para Damián Diaz, que finalizou de calcanhar próximo da pequena área para a defesa de Marcelo Grohe no centro do gol. Aos 3 min aconteceu um lance emblemático dentro da partida em uma bola finalizada praticamente em cima da linha do gol pelo centroavante Ariel, mas o número 1 do #Grêmio evitou fazendo uma defesa fora do comum esticando a mão direita para interceptar a finalização.

Em uma boa jogada de Edílson e Luan aos 6 min, o tricolor aumentou o placar, o lateral direito deixou um adversário para trás antes de cruzar para o atacante marcar o seu segundo gol, pegando a bola de chapa, tirando do alcance de Banguera para dar números finais à partida. Os brasileiros continuaram tendo chances de ampliar o resultado até o final do confronto, uma com Lucas Barrios, uma com Luan e outra com Cícero, o estreante da noite, mas não converteram.

A vantagem conquistada no duelo de ida permite uma derrota por até dois gols de diferença na Arena do Grêmio, dia primeiro de novembro, que mesmo assim os gaúchos se classificam para a decisão do torneio para disputar o tricampeonato.

Em caso de derrota por 3 a 0, haverá cobrança de pênaltis para decidir quem segue. O jogo está marcado para 21h45min.

Escalações

O Grêmio entrou em campo com Marcelo Grohe, Edílson, Pedro Geromel, Walter Kannemann, Bruno Cortez, Arthur, Jailson, Ramiro, Luan, Fernandinho e Lucas Barrios. Técnico: Renato Gaúcho.

O Barcelona de Guayaquil subiu ao gramado com Banguera, Velasco, Luis Caicedo, Arreaga, Beder Caicedo, Minda, Oyola, Esterilla, Diaz, Vera e Ariel. Técnico: Guillermo Almada.

Substituições durante o espetáculo

Grêmio: Edílson por Léo Moura; Jailson por Michel; Lucas barrios por Cícero.

Barcelona: Washington Vera por Marcos Caicedo; Esterilla por José Ayovi; Ariel Nahuelpán por Erick Castillo.

Cartões Amarelos

Barrios e Beder Caicedo. #Futebol #Libertadores