Com um voleio meio desajeitado, Henrique Dourado chegou ao seu 15º gol e, além de reassumir a ponta da artilharia do Campeonato Brasileiro, determinou a importante vitória de 1 a 0 do Fluminense sobre o Avaí no último domingo, em partida realizada no Maracanã, válida pela 28ª rodada. Se mantiver a boa média até o final da temporada, o Ceifador atingirá outra marca importante: a de maior goleador da história da competição desde que esta passou a ser disputada por 20 clubes.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal PaixãoPorFutebol

Até o momento, o recorde pertence a Jonas e Borges, que, em 2010 e 2011, respectivamente, balançaram, cada um, 23 vezes as redes adversárias, oito a mais em relação ao atual camisa 9 da agremiação das Laranjeiras.

Feliz pelo momento positivo na carreira, Dourado, porém, assegura que, acima das conquistas pessoais, o importante é dar o máximo para o Flu alcançar os seus objetivos.

"Muito feliz pelo gol. Agora é continuar trabalhando para os gols saírem e ajudar o time. Sempre vou dar o meu melhor dentro de campo para sairmos com os resultados positivos", disse o centroavante, que já volta as suas atenções para o compromisso de quarta, às 21h45 (de Brasília), novamente no Maracanã, diante do São Paulo. Para ele, o apoio da torcida será fundamental para o time superar mais um obstáculo na luta contra o rebaixamento.

"Estamos reconquistando a torcida, a confiança, o importante é que os que vieram, nos apoiaram, fica essa lição bacana. Esperamos que no jogo contra o São Paulo, eles possam nos empurrar e nos ajudar a sair de casa com os três pontos", complementou.

Para chamar o público, a diretoria manteve a promoção de R$ 20 nos ingressos. No triunfo sobre o Avaí, quase 19 mil estiveram presentes e a expectativa é que 40 mil a 50 mil tricolores vão ao Maracanã no meio de semana.

Graças ao resultado positivo em cima dos catarinenses, o Fluminense chegou aos 35 pontos e subiu do 17º para o 12º lugar na classificação da Série A. Para o clássico contra o São Paulo, o técnico Abel Braga não poderá contar com Wendel, que recebeu terceiro cartão amarelo. Em compensação, o lateral-direito Lucas e o volante Douglas, após cumprirem suspensão no final de semana, retornam normalmente.

Depois dos paulistas, o Tricolor irá até a Arena Condá, em Chapecó, no domingo que vem e, a partir das 19h (de Brasília), terá outro adversário direto na disputa para escapar da Segunda Divisão: a Chapecoense. Além do Brasileiro, a equipe de Álvaro Chaves está focada nas quartas-de-final da Copa Sul-Americana. No próximo dia 25, tem o jogo de ida dessa etapa da competição internacional, encarando o arquirrival Flamengo.