O Magnus #Sorocaba conquistou neste domingo (22), o título da Liga Paulista de Futsal. Em jogo realizado na Arena Sorocaba, a equipe do craque Falcão venceu duas vezes o Corinthians [VIDEO] para levantar o caneco, em partida de muitos gols e também multa tensão.

Como perdeu o jogo de ida, disputado no Parque São Jorge, o time sorocabano precisava vencer no tempo normal para levar a disputa para a prorrogação onde, por ter a melhor campanha, jogava pelo empate.

E precisando vencer, os sorocabanos começaram a partida colocando pressão em cima dos alvinegros e não demoraram muito para abrir o placar. Logo aos 2’16, Rocha recebeu na esquerda, foi carregando a bola em frente pela a área adversária até chegar do lado direito e bater cruzado para fazer 1 a 0.

Como toda decisão, o jogo era tenso, com jogadas duras e muitas faltas. Faltando 3’49 para o fim do primeiro tempo, o #Corinthians cometeu a sexta falta. Rodrigo se apresentou para a cobrança e guardou, ampliando a vantagem para 2 a 0. Menos de um minuto depois, em rápido contra-ataque, Eder Lima recebeu na entrada da área e bateu na saída de Guitta: 3 a 0.

No segundo tempo o Magnus seguiu ampliando sua vantagem com um gol muito especial. Rocha fez grande jogada, tocou para Leandro Lino que rolou para Neto, sozinho, fazer o quarto. Foi o primeiro gol do jogador após vencer a luta contra o Câncer.

Faltando pouco mais de sete minutos para o encerramento, o Corinthians passou a usar Johnny com goleiro-linha, porém quem chegou ao gol novamente, com Falcão bateu de sua área por cobertura. Ainda com goleiro-linha, Douglas Nunes descontou para o Corinthians, quando restavam menos de um minuto para o encerramento do tempo regulamentar.

Prorrogação com virada e tensão

Com o placar em 5 a 1 favorável ao time de Sorocaba, a disputa foi para a prorrogação, onde era o Corinthians que precisava da vitória. E o time saiu na frente aos dois minutos. Em rápido contra-ataque, Douglas Nunes roubou a bola, disparou em velocidade e inverteu para Matheus bater cruzado para colocar os alvinegros em vantagem no tempo-extra.

Tão logo sofreu o gol, o passou a jogar com goleiro-linha, com Falcão desempenhando a função, porém em um primeiro momento o time quase sofreu o segundo gol em uma jogada que Leandro Lino precisou matar a jogada do adversário no meio da quadra. Os jogadores do Corinthians reclamaram muito do lance, pedindo a expulsão do sorocabano.

Apesar do susto, a tática deu certo e com muita paciência o time sorocabano chegou ao empate no último lance do primeiro tempo, quando no estouro do cronômetro, Leandro Lino soltou o pé para acertar o ângulo de Guitta. Os corintianos reclamaram que quando Lino recebeu o passe o cronometro já havia zerado, fato confirmado pelas imagens recuperadas da emissora que fazia transmissão do jogo.

No segundo tempo foi a vez do Corinthians voltar a usar o goleiro-linha, porém restando três minutos para o fim, Tiago repôs a bola com rapidez para Falcão, que avançou e teve muita calma para bater para o gol vazio e virar o jogo na prorrogação. Faltando 2’13 foi a vez de Rodrigo ter a meta vazia se oferecendo à sua frente e ele não desperdiçou. Na comemoração o capitão do Magnus tirou a camisa e mostrou para a torcida. Pela comemoração, ele recebeu o segundo cartão amarelo no jogo e foi expulso.

O Corinthians aproveitou a vantagem de um jogador a mais para descontar com Jonny, que estava fazendo a função de goleiro-linha. Pouco depois, Vander Carioca e Neto se enroscaram no meio da quadra, numa verdadeira cena de judô. A arbitragem não titubeou e mandou os dois jogadores para o chuveiro mais cedo.

Após as expulsões uma grande confusão se instalou nas arquibancadas e a partida ficou paralisada for vários minutos. Temendo a violência, muitos torcedores optaram por deixar a Arena antes do final do jogo.

Com a partida reiniciada, o Corinthians seguiu usando seu goleiro adiantado, mas novamente foi Sorocaba quem chegou ao gol, desta vez anotado por Pixote, que fechou o placar em 4 a 2 na prorrogação.

Esse é o segundo título de Sorocaba na Liga Paulista, o primeiro deles conquistado em sua nova arena. Em 2014 a equipe já havia se sagrado campeã da competição, quando ainda se chamava Brasil Kirin.

Agora as duas equipes voltam suas atenções para as quartas de final da Liga #Futsal. O Magnus encara a Assoeva e o Corinthians já está duelando com o Marreco Futsal, tendo perdido o primeiro jogo, no Paraná, por 6 a 4. Caso avancem, Magnus e Corinthians se encontrarão em uma das semifinais.