O Palmeiras [VIDEO] já sabe para o que deve brigar no Campeonato Brasileiro edição 2017. Depois de perder para o Santos em casa por 1 a 0, no sábado (30), o Verdão vai buscar uma vaga na Copa Libertadores da América de 2018 e focar no planejamento da próxima temporada. Após a derrota, o técnico Cuca estava bastante desanimado e garantiu que não sabe se fica. O treinador estava abatido com a derrota e disse que se envolveu muito no clássico.

O gol de Ricardo Oliveira colocou fim ao sonho do título nacional, que, agora, só vem por um milagre. O próprio Santos, rival direto, passou à frente e tem mais chances de alcançar o Corinthians, que empatou em Minas Gerais contra o Cruzeiro em 1 a 1, no domingo (1º).

O empate a diferença deixou de aumentar em mais dois pontos, deixando a luz de alerta ligada no time do Parque São Jorge.

Reforços pesadíssimos!

Alexandre Mattos, executivo de Futebol do Palmeiras, tem uma lista de reforços com nomes consagrados e de renome internacional. Segundo a revista Carta Capital [VIDEO], Mattos está atrás de grandes nomes como Ricardo Goulart, por exemplo. Goulart, no entanto, deu um banho de água fria no executivo e não aceitou proposta e nem conversa. Ele já revelou o desejo absoluto de ir para a Europa, mesmo que for para equipes menores.

O ex-zagueiro do Corinthians Gil também interessa. Ele atualmente veste a camisa do Shandong Luneng, da China, e vê uma boa possibilidade de retornar para o Brasil. Gil vê a Copa do Mundo como um grande objetivo e jogar no país tupiniquim pode ajudar sensivelmente para ficar na visão de Tite, atual treinador da seleção.

Outro jogador citado pelo site é o atacante Carlitos Tevez. Descontente na China, o argentino pode desembarcar no Brasil. Em 14 jogos com a camisa do Shangai Shenshua, marcou apenas três gols e é acusado por dirigentes e torcedores locais de estar acima do peso.

A fama de se arrastar em campo também é ressaltada pelos chineses, que demonstram total insatisfação com o jogador. Tevez viria para o Palmeiras recebendo muito menos do que recebe atualmente. Na China, o atleta recebe incríveis R$ 140 milhões por ano, valor totalmente fora da realidade do futebol nacional na atualidade.

Bernard, do Shakhtar Donetsk (TUR), também está na lista do executivo palmeirense. O atacante viria de graça, já que seu contrato termina em janeiro. Mas o único obstáculo para o Palmeiras é que o atleta quer disputar pelo menos mais um campeonato no país turco. A ideia de Mattos é promover a assinatura de um pré-contrato com o jogador e confirmar sua chegada logo após a Copa do Mundo.