O Palmeiras [VIDEO] é o vice-líder do Campeonato Brasileiro com 53 pontos. A vitória contra o Grêmio em Porto Alegre colocou o time de Alberto Valentim de volta na luta pelo bicampeonato. O Santos, que também venceu, tem o mesmo número de pontos do Verdão e está há apenas seis pontos do Corinthians, atual líder.

Os holofotes foram virados naturalmente para o Palmeiras, time com maior badalação por conta dos reforços contratados no começo do ano e da expectativa criada pela torcida. A situação foi comentada pelo meia Moisés em coletiva. O jogador Alviverde disse que os atletas 'não vão cair nessa' e que a pressão deve ser repartida com o time do Litoral Paulista.

Na próxima rodada o Verdão encara o Cruzeiro em casa.

A fotografia do cenário está assim: se vencer o Cruzeiro e o Corinthians perder para a Ponte Preta, a diferença cairá para apenas três pontos. Na outra rodada, a 32ª, Corinthians e Palmeiras se enfrentam em Itaquera. Se o Verdão vencer o rival fora de casa, assumirá a liderança da competição mesmo com o empate em número de pontos. A pressão em cima do time Alvinegro já está fortíssima por conta dos últimos resultados negativos. E vencer na Zona Leste não é segredo algum para o Palmeiras.

Novo reforço chegando?

A diretoria conta com alguns retornos para a próxima temporada. Victor Luis e João Pedro, por exemplo, estão praticamente confirmados. As dúvidas por enquanto são em relação à Allione e Matheus Salles, ambos emprestados ao Bahia.

Sem espaço, eles devem continuar por lá ou serem repassados para outros clubes. A decisão ainda não foi confirmada.

Alexandre Mattos andou viajando pela América do Sul recentemente e conversou com a diretoria do Boca Juniors sobre o lateral-esquerdo Frank Fabra. Fabra praticamente se consolidou na lateral esquerda da seleção colombiana e está lutando por uma vaga na Copa do Mundo da Rússia. O técnico Néstor Pékerman ainda não decidiu, mas vê no jogador uma boa solução para o setor.

Mattos já mandou a proposta e aguarda o retorno do time argentino. Não é segredo que o Boca enfrenta uma crise financeira complicada e que uma boa venda pode trazer um certo alívio para os cofres. Porém parte da diretoria acredita na evolução e na disputa da próxima Copa Libertadores e entendem que Fabra é um excelente nome para ajudar na realização de mais esse sonho por parte da equipe xeneize, que está assistindo o rival River Plate avançar para a final.